Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/866
Título: Movimentação Demográfica da População Sénior na Zona Urbana de Viana do Castelo
Autor: Bizarro, Pedro Jorge Penteado
Orientador: Monteagudo, Maria Dolores
Data de Defesa: 2006
Editora: [s.n.]
Resumo: O propósito deste estudo foi caracterizar a evolução demográfica em Portugal, continuando com a avaliação da situação demográfica da população sénior na zona urbana de Viana do Castelo. Tenciona-se constatar o envelhecimento da população em Portugal, e em especial, na zona urbana de Viana do Castelo, visando alertar a necessidade de aumentar esforços para a melhoria da condição de vida do idoso. O envelhecimento demográfico evolui numa tendência comum, mesmo com as diferenças regionais, em termos de ritmo e nível. Este envelhecimento associado a uma baixa natalidade, torna-se deveras preocupante, pois assume-se uma necessidade urgente de criar melhorias de condições para esta recta final da vida humana. O envelhecimento demográfico das populações é um fenómeno irreversível das nossas sociedades modernas. Os impactos que se tem vindo a sentir, interferem nos equilíbrios individuais e colectivos. Para tal, utilizou-se como método de colheita de dados, através da observação directa dos dados dos arquivos nas Juntas de Freguesia de Santa Maria Maior, Monserrate e Meadela, e também o Instituto Nacional de Estatística. Apresentando os dados para posterior comparação entre os 3 períodos avaliados e tratamento de dados em Excel. Fez-se uma breve caracterização do problema, apresentando-se as tendências demográficas em Portugal e na zona Urbana de Viana do Castelo e comparando-o com prévios estudos sobre o período entre 1991e 1996. Para esta caracterização dividiu-se em grupos etários, a população sénior da zona urbana de Viana do Castelo, entre dois mil e um e dois mil e seis, verificando, nos respectivos períodos extremos, de todas as fichas de recenseamento das freguesias que compõem esta designada área urbana: Santa Maria Maior, Meadela e Monserrate. Coloca-se a atenção mais relevante nos indivíduos com idade superior ou igual a 65 anos, com os seguintes sub-grupos: 65-69; 70-74; 75-79; 80-84; e igual ou superior a 85 anos. A constatação do envelhecimento demográfico, revela a necessidade do aumento de esforços na área socio-sanitária, procurando a promoção da independência no idoso. Ao verificar-se também um aumento da quarta idade, excepção feita à freguesia da Meadela (houve uma diminuição de 4 idosos), visa-se a necessidade de uma reabilitação integral prevenindo a dependência e evitando a imobilidade, parâmetro mais importante de saúde no idoso, pois é a maior causa de aumento de doenças. A necessidade da criação de equipas multidisciplinares assume-se como um ponto indispensável na quebra de ideias prés-estabelecidas do envelhecimento.
Descrição: Monografia apresentada à Universidade Fernando Pessoa para obtenção do grau Licenciado em Motricidade Humana.
URI: http://hdl.handle.net/10284/866
Aparece nas colecções:BUFP – Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
8823.pdf327,57 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.