Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/788
Título: Por que acredito na Ciência e por que acredito em Deus
Autor: Laszlo, Ervin
Data: 2004
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa. CTEC
Citação: Cons-Ciências. Porto: Edições Universidade Fernando Pessoa. CTEC. ISSN 1645-6564. 2 (2005) 425-426.
Relatório da Série N.º: Cons-Ciências
2
Resumo: Enquanto filósofo da Ciência e humanista, o autor afirmou acreditar na ciência e também em Deus, sem um sentido de conflito ou de contradição. Como é isto possivel? Interroga-se, afirmando que crescemos na convicção de que o conflito entre Ciência e Religião é definitivamente irremediável, o que não é hojeo caso. Embora seja exagerado invocar que as duas mundivisões da Ciência e da Religião, são iguais, estas não deixam de procurar a mesma conclusão fundamental acerca do mundo. Nessa perspectiva fundamental, afirma poder acreditar na Ciência e, em boa consciência, acreditar em Deus. Assim, realça que se tentarmos compreender por que razão a Ciência e a Religião – mesmo a Religião Ocidental Judaico-Cristã – procuram a mesma conclusão essencial sobre o mundo, deveríamos compreender o que é que a Ciência nos diz actualmente sobre o mundo. De facto, o que a Ciência nos diz hoje é bastante diferente do que a Ciência nos tinha para dizer – e o que nos disseram na escola e ainda é dito na televisão e nos jornais, bem como em revistas de divulgação científica. Em síntese, esta comunicação destaca o conceito científico emergente de Mundo e examina as suas implicações para a concepção religiosa de Deus enquanto Criador Transcendente.
URI: http://hdl.handle.net/10284/788
ISSN: 1645-6564
Aparece nas colecções:Cons-Ciências- Nº 02

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
425-426Cons-Ciencias 02-15.pdf62,08 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.