Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/665
Título: A teorização da União Europeia
Outros títulos: missão impossível?
Autor: Vila Maior, Paulo
Data: 2005
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Porto. ISSN 1646-0502. 2 (2005) 229-243.
Relatório da Série N.º: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
2
Resumo: Acusa-se a União Europeia de ser opaca. Quando se esboça a sua teorização, a complexidade adensa-se. As divergências sobrepõem-se aos aspectos de concordância. Daí que a integração europeia seja um aluvião de teorias: governação supranacional, “liberal intergovernmentalism”, novo institucionalismo, teoria do “consociationalism” e teoria da fusão são uma amostra da miríade de teorias da integração europeia, dos antagonismos em que se fi liam. O que alimenta a seguinte questão: qual a utilidade da excitação intelectual que enquadra a teorização da integração europeia?
URI: http://hdl.handle.net/10284/665
ISSN: 1646-0502
Aparece nas colecções:FCHS - Número 02 (2005)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
229-243FCHS2005-14.pdf84,84 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.