Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/637
Título: O pacto de estabilidade e crescimento
Outros títulos: morto ou no congelador?
Autor: Vila Maior, Paulo
Data: 2004
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Porto. ISSN 1646-0502. 1 (2004) 179-189.
Relatório da Série N.º: Revista da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais
1
Resumo: The paper surveys the theoretical arguments emphasising why the Stability and Growth Pact will not be strictly enforceable and the reasons that encourage a rigid implementation. Then, the events of the second half of 2003 that affected the implementation of the pact are reviewed. If the pact seems virtually dead, the truth is that prominent actors didn’t put their signature on the pact’s death sentence. Therefore ambiguity comes to the surface, feeding the uncertainty that ultimately affects Economic and Monetary Union. O artigo apresenta os argumentos favoráveis à flexibilização do Pacto de Estabilidade e Crescimento e à sua aplicação rígida, sem envolver quaisquer desvios às regras aceites por todos os Estados membros. Os acontecimentos da segunda metade de 2003, que vieram por em causa o pacto, são analisados de forma crítica. Se, na aparência, o pacto parece estar morto, nenhum dos principais actores envolvidos na sua aplicação admite este resultado. A ambiguidade é o mote para um clima de incerteza que afecta a credibilidade da União Económica e Monetária.
URI: http://hdl.handle.net/10284/637
ISSN: 1646-0502
Aparece nas colecções:FCHS - Número 01 (2004)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
179-189FCHS2004-4.pdf381,4 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.