Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/6309
Título: Satisfação sexual e habilidades sociais
Outros títulos: correlatos interpessoais e relacionais na sexualidade humana
Autor: Santos, Carla Bernardett Marques
Orientador: Meneses, Rute
Palavras-chave: Habilidades sociais
Estudantes universitários
Sexualidade
Satisfação sexual
Diferenças entre os sexos
Social skills
University students
Sexual Satisfaction
Differences between sexes
Data de Defesa: 4-Dez-2017
Resumo: A sexualidade é uma componente fundamental do ser humano, experienciada e expressa de diversos modos e influenciada por uma multiplicidade de fatores, sendo a satisfação sexual uma componente significativa desta. O estudo da satisfação sexual é ainda dificultado por questões teóricas e práticas. Assim, com o objetivo de identificar correlatos sexuais e não sexuais da satisfação sexual, incluindo as habilidades sociais, foram desenvolvidos quatro estudos. O primeiro consistiu numa revisão narrativa da literatura sobre habilidades sociais; o segundo numa revisão sistemática de estudos sobre avaliação de habilidades sociais; o terceiro numa abordagem teórica da sexualidade, sob a perspetiva da satisfação sexual; e o quarto num estudo empírico com o qual se pretendia caracterizar a satisfação sexual de amostra de estudantes universitários, analisando a sua relação com variáveis sexuais e não sexuais e as diferenças entre os sexos. Face às conclusões dos três primeiros estudos, o quarto é um estudo quantitativo, com uma amostra de 200 estudantes universitários de três instituições do Norte de Portugal, a quem foram administrados, em contexto de sala de aula, um Questionário Sociodemográfico e Clínico, a NSSS - Nova Escala de Satisfação Sexual, a SSSS - Escala de Busca de Sensações Sexuais e o IHS - Inventário de Habilidades Sociais (versão adaptada para Portugal). Os resultados revelaram que a amostra tinha níveis elevados de satisfação sexual, identificando-se como correlatos desta o estatuto relacional, a frequência das relações sexuais, a busca de sensações sexuais e algumas classes comportamentais de habilidades sociais. Foram ainda verificadas várias diferenças estatisticamente significativas entre o sexo feminino e o sexo masculino nas relações identificadas. Os quatro estudos realizados afiguram-se como contributos relevantes no âmbito de uma melhor compreensão (e, em última análise, promoção) das habilidades sociais e da sexualidade, de um grupo crescente da população portuguesa: estudantes universitários.
Sexuality is a fundamental component of the human being, experienced and expressed in a multiple of ways and influenced by a myriad of factors. Sexual satisfaction emerges as a significant component sexuality. The study of sexual satisfaction is hampered by theoretical and practical questions. In order to identify sexual and non-sexual correlates of sexual satisfaction, including social skills, four studies were developed. The first consisted of a narrative review of the literature on social skills; the second of a systematic review of studies on social skills assessment; the third on a theoretical approach to sexuality, from the perspective of sexual satisfaction; and the fourth in an empirical study aiming to characterize the sexual satisfaction of a sample of university students, analyzing its relationship with sexual and non-sexual variables and the differences between the sexes. Considering the conclusions of the first three studies, the fourth is a quantitative study, carried out with a sample of 200 university students from three institutions in the North of Portugal. They answered, in the classroom, to a Sociodemographic and Clinical Questionnaire, the NSSS - New Sexual Satisfaction Scale, the SSSS - Sexual Sensations Seeking Scale and IHS - Social Skills Inventory (adapted to Portugal). The results showed that the sample had high levels of sexual satisfaction, which was related with relational status, sexual relations frequency, the sexual sensations seeking and some social skills behavioral classes. It was also possible to identify statistically significant differences between the women and men in the relations found. The four studies are relevant contributes in the context of a better understanding (and, ultimately, promotion) of social skills and sexuality, of a growing group of the Portuguese population: university students.
URI: http://hdl.handle.net/10284/6309
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Carla Santos.pdf1,36 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.