Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/6087
Título: Habilidades Sociais de Estudantes Universitários
Outros títulos: caraterização e correlatos sociodemográficos e de personalidade
Autor: Peixoto, Ana Carina Sousa
Orientador: Meneses, Rute
Palavras-chave: Habilidades sociais
Personalidade
Estudantes universitários
Avaliação
IHS
Social skills
Personality
University students
Evaluation
Data de Defesa: 28-Jul-2017
Resumo: As habilidades sociais (HS) são um dos constructos mais relevantes quando se estuda a população universitária e as suas interações e adaptação ao/no contexto académico. Para apoiar a sua aquisição, manutenção ou melhoria, a sua avaliação torna-se imprescindível. O reportório de HS, de cada um pode, todavia, ser influenciado por diversas variáveis. Tendo em conta a importância da temática nesta população em específico, e a lacuna existente no que respeita a instrumentos de avaliação das HS em território nacional, com o presente estudo pretendeu-se caraterizar as HS de estudantes universitários e analisar a sua relação com traços de personalidade e variáveis sociodemográficas, tendo como objetivo secundário a tradução e contributo para a validação do Inventário de Habilidades Sociais – IHS de Del Prette e Del Prette (2001) para a população portuguesa. Assim, tendo em atenção os objetivos propostos, a presente dissertação encontra-se organizada em 4 capítulos/artigos: uma revisão narrativa da literatura acerca da temática, uma revisão sistemática sobre a avaliação das HS, uma análise das relações conceptuais e empíricas entre HS e traços de personalidade, culminando num estudo empírico que visou caraterizar e identificar correlatos sociodemográficos e de personalidade das HS de universitários. Neste estudo, participaram 200 estudantes de três instituições de Ensino Superior do norte do país, com idades compreendidas entre os 18 e os 66 anos, que responderam a um questionário sociodemográfico, ao IHS e ao NEO-FFI, em contexto de sala de aula. Os resultados demonstraram que a amostra apresentava globalmente, um reportório de HS alto, com variações nas diferentes habilidades. Foram ainda encontradas diferenças no reportório de HS em função do sexo e do curso. Quanto à relação com os cinco grandes fatores de personalidade, estes mostraram-se preditores das habilidades estudadas. Assim, os resultados sugerem que o IHS é um instrumento promissor para avaliar as HS de estudantes universitários Portugueses, fornecendo pistas para a sua promoção/treino.
Social skills are one of the most relevant constructs when studying the university population and their interactions and adaptation to in the academic context. To support social skills acquisition, maintenance or improvement, their assessment is indispensable. However, the social skills repertoire of each individual may be influenced by several variables. Considering the importance of the theme in this specific population, and the existing gap regarding social skills assessment instruments in Portugal, the present study aimed to characterize the social skills of university students and analyze their relation with personality traits and sociodemographic variables. Its secondary objective was the translation and contribution to the validation of the Social Skills Inventory (IHS) of Del Prette and Del Prette (2001) for the Portuguese population. Thus, considering the proposed objectives, the present dissertation is organized in 4 chapters/articles: a narrative review of the literature on the subject, a systematic review on the evaluation of social skills, an analysis of the conceptual and empirical relationships between social skills and personality traits, culminating in an empirical study that aimed to characterize and identify sociodemographic and personality correlates of university students social skills. In this study, 200 students from three higher education institutions from the north of Portugal, aged between 18 and 66, participated. They answered to a sociodemographic questionnaire, to the HIS and to the NEO-FFI in classroom. The results showed that, globally, the sample had a medium high social skills repertoire with variations across skills. Differences were also found in the social skills repertoire as a function of gender and degree. As to the relation with the big five personality factors, these were predictors of the social skills studied. The results suggest that the HIS is a promising instrument to assess the social skills of Portuguese university students, offering clues for its promotion/training.
URI: http://hdl.handle.net/10284/6087
Designação: Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_Ana Carina Peixoto.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.