Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5993
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorVaz, Susanapt_PT
dc.contributor.authorTeixeira, Ana Filipa Moreira-
dc.date.accessioned2017-05-17T17:57:28Z-
dc.date.available2017-05-17T17:57:28Z-
dc.date.issued2017-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10284/5993-
dc.descriptionProjeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Terapêutica da Falapt_PT
dc.description.abstractO cancro da laringe atinge milhares de pessoas em todo o mundo e a laringectomia é, muitas vezes, a única solução para salvar a vida do doente. Este ato cirúrgico acarreta imensas alterações na vida destes indivíduos quer a nível familiar, ocupacional, vocal, respiratório, olfativo e do paladar, assim como dificuldades na deglutição, disfunções psicológicas e sociais. Este estudo tem como objetivo analisar as limitações comunicativas dos doentes laringectomizados acompanhados por Terapia da Fala em 2016, no serviço de Otorrinolaringologia do Centro Hospitalar do Porto – Hospital de Santo António, no qual participaram 17 pacientes. A recolha de dados foi realizada através de três questionários, o SECEL, o CAPAL e o questionário de caraterização do paciente. Os resultados revelaram que a idade média desta patologia são os 60 anos de idade e que os níveis de analfabetismo são muito elevados. Foram descritos os vários meios de comunicação utilizados por estes doentes e foi comprovado que a Fala Murmurada é o meio comunicativo mais comum, o que dificulta mais a perceção da mensagem pelos recetores. A voz é descrita como o fator mais importante para a qualidade de vida destes doentes e, tendo em conta as suas dificuldades a este nível, foram explorados outros contextos de comunicação, para as quais também ainda existem barreiras como por exemplo o falar ao telefone e falar em locais ruidosos, que deverão ser ultrapassadas com a ajuda de profissionais, familiares, amigos e a sociedade em geral. Assim, com esta investigação foi possível reconhecer melhor essas barreiras inerentes ao processo comunicativo e alertar para uma intervenção mais eficaz por parte dos profissionais e adaptações da comunidade em geral.pt_PT
dc.description.abstractLaryngeal cancer is a collection of thousands of people around the world and a laryngectomy is often a unique solution to save the patient's life. This surgical act brings immense points to the life of patients who want a familiar, occupational, vocal, respiratory, olfactory and palate level, as well as difficulties in swallowing, psychological and social dysfunctions. This study aims to analyze the communicative limitations of laryngectomized patients accompanied by Speech Therapy in 2016, at the Otorhinolaryngology Service of the Hospital Center of Porto - Santo António Hospital, in which 17 patients participated. Data were collected through three questionnaires, the SECEL, CAPAL and the patient characterization questionnaire. The results revealed that the average age of this condition is 60 years of age and that illiteracy levels are very high. The various means of communication used by these patients has been described and it has been proven that the Murmured Speech is the most common communication medium, which makes it more difficult for the receivers to perceive the message. Voice is described as the most important factor for the quality of life of these patients and, in view of their difficulties at this level, other communication contexts have been explored, for which there are also barriers such as talking on the phone and Talk in noisy places, which should be overcome with the help of professionals, family, friends and society in general. Thus, with this research, it was possible to better recognize these barriers inherent to the communicative process and to alert to a more effective intervention on the part of the professionals and adaptations of the community in general.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.publisher[s.n.]pt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectLaringectomizadospt_PT
dc.subjectComunicaçãopt_PT
dc.subjectVozpt_PT
dc.subjectFalapt_PT
dc.subjectBarreiras comunicativaspt_PT
dc.subjectLaryngectomizedpt_PT
dc.subjectCommunicationpt_PT
dc.subjectVoicept_PT
dc.subjectSpeechpt_PT
dc.subjectCommunicative barrierspt_PT
dc.titleLimitações comunicativas dos doentes laringectomizadospt_PT
dc.typebachelorThesispt_PT
dc.description.versionN/Apt_PT
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_ 29732.pdfPG_297321,53 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.