Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5992
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorPeixoto, Vânia-
dc.contributor.authorRegêncio, Rita Carlos Neto-
dc.date.accessioned2017-05-17T16:44:48Z-
dc.date.available2017-05-17T16:44:48Z-
dc.date.issued2017-02-20-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10284/5992-
dc.description.abstractActualmente, o campo da Intervenção Precoce na Infância recomenda as Práticas Centradas na Família como as melhores práticas no apoio a crianças e famílias, através de legislação, directrizes de organizações de referência e de evidência científica (Dunst, 2000; Guralnick, 2005; Dunst, Trivette e Hamby, 2007; Espe-Sherwindt, 2008; Trute, 2013; Carvalho et al., 2016). Acresce que a investigação tem vindo a demonstrar que as abordagens de intervenção centrada na família estão associadas a maiores índices de satisfação das famílias com os serviços (Dunst, Trivette e Hamby, 2007). O presente trabalho consiste numa revisão sistemática de literatura e pretende identificar e analisar do ponto de vista qualitativo estudos que investiguem o papel das competências comunicativas da criança na relação entre Práticas Centradas na Família e satisfação das famílias com os serviços. Foram pesquisados artigos publicados até à data e disponíveis em sete bases de dados electrónicas, tendo sido seleccionados 6 artigos. Os participantes são pais de crianças com mais de 2 anos de idade que receberam serviços onde se pretendem implementar Práticas Centradas na Família. Partindo da análise dos resultados obtidos foi possível concluir que 1) o número de estudos encontrados é muito reduzido, 2) a maioria dos resultados refere-se a contexto hospitalar, 3) de uma maneira geral todos os estudos apontam para uma maior satisfação das famílias com os serviços quando são implementadas Práticas Centradas na Família. Por último, importa salientar que não foram encontrados estudos que considerem as competências comunicativas da criança como uma variável de influência na relação entre PCF e satisfação das famílias com os serviços e práticas. Neste sentido, cabe ainda apresentar uma proposta de investigação que permita explorar o papel das competências comunicativas da criança na relação entre PCF e satisfação das famílias com os serviços de IPI.pt_PT
dc.description.abstractCurrently, the field of Early Childhood Intervention recommends Family-Centered Practices (FCP) as the best practice in supporting children and families through legislation, guidelines from reference organizations and scientific evidence (Dunst, 2000, Guralnick, 2005, Dunst, Trivette and Hamby, 2007, Espe-Sherwindt, 2008, Trute, 2013, Carvalho et al., 2016). In addition, research has shown that family-centered approaches are associated with higher rates of family satisfaction with services (Dunst, Trivette and Hamby, 2007). The present work consists of a systematic review of the literature and aims to identify and analyze from the qualitative point of view studies that research the role of the child communicative skills in the relationship between Family Centered Practices and family satisfaction with services. The search focused on articles published to date and available in seven electronic databases, and resulted in the selection of 6 articles. Participants are parents of children over 2 years old who have received services that are intended to implement Family-Centered Practices. From the analysis of the results obtained, it was possible to conclude that 1) the number of studies found is very small, 2) the majority of the results refer to the hospital context 3) overall, the studies indicate that families receiving support from services where Family-Centered Practices are implemented show a higher rate of satisfaction. Finally, it is important to highlight that no studies were found in regard to the child communicative skills as a variable that influences the relationship between FCP and family satisfaction with services and practices. In response, a research proposal is presented. More concretely, these proposal aims to explore the role of the child communicative skills in the relation between FCP and family satisfaction with Early Childhood services.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsclosedAccesspt_PT
dc.subjectIntervenção Precoce na Infânciapt_PT
dc.subjectPráticas Centradas na Famíliapt_PT
dc.subjectSatisfação das famíliaspt_PT
dc.subjectPerturbação da Linguagempt_PT
dc.subjectCompetências comunicativas da criançapt_PT
dc.subjectEarly Childhood Interventionpt_PT
dc.subjectFamily-Centered Practicespt_PT
dc.subjectFamily satisfactionpt_PT
dc.subjectLanguage Impairmentpt_PT
dc.subjectChild communicative skillspt_PT
dc.titleO efeito das competências comunicativas da criança na relação entre práticas centradas na família e satisfação das famílias com os serviços de intervenção precoce na infânciapt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.nameMestrado em Terapêutica da Fala, especialização em Linguagem da Criançapt_PT
dc.identifier.tid201696959pt_PT
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Médicaspt_PT
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologiapt_PT
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_15689.pdfDM_15689892,76 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.