Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5298
Título: Ensaios de fadiga mecânica sobre conexões implante –pilar
Autor: Melo, Carla Sofia da Silva Araújo
Orientador: Pereira, Jorge
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: Os implantes dentários osteointegrados, apresentados na área da medicina dentária na década de 60, têm sido submetidos nas últimas décadas a uma intensa pesquisa e desenvolvimento de novos sistemas. A estabilidade biomecânica da conexão implante-pilar é de extrema importância para o êxito da reabilitação implanto-suportada. O sucesso da restauração protética sustentada por implantes osteointegrados e a saúde dos tecidos circundantes estão estreitamente relacionados com a exactidão e adaptação dos elementos, a estabilidade da conexão implante–pilar, assim como a resistência quando esta é sujeita a cargas durante a atividade mastigatória. Devido às taxas de sucesso, os implantes dentários são usados como excelente opção na reabilitação de pacientes parcial ou totalmente desdentados. No entanto, existem aspetos biomecânicos que podem acarretar complicações, sendo necessário efetuar estudos no sentido de melhorar as falhas existentes. Com a intenção de evitar prováveis falhas, componentes fabricados nos diversos materiais devem ser sujeitos a ensaios de fadiga mecânica, onde a tensão aplicada deve representar a mesma a que os implantes estão submetidos, permitindo assegurar que estes possuem resistência suficiente para atuar nas suas atividades futuras e capazes de suportar as cargas atribuídas. O objetivo deste trabalho compreende quais as condições subjacentes ao trabalho prático em ensaios de fadiga mecânica sobre conexões implante-pilar.
The osseointegrated dental implants, presented in the field of dentistry in the 60s, have subjected, in recent decades, to an intensive research and development of new systems. The biomechanical stability of the implant–pillar connection is of great importance for the success of implant-supported rehabilitation. The success of prosthetic restoration sustained by osseointegrated implants and the health of the surrounding tissues are closely related to the accuracy and adaptation of the elements, the stability of the implant–pillar connection, as well as resistance when it is subjected to loads during chewing activity. Because of the success rates, dental implants are used as an excellent option in the rehabilitation of partially or totally edentulous patients. However, there are biomechanical aspects that can lead to complications, so, it is necessary to carry out studies to improve the existing flaws. In order to avoid possible failures, components manufactured in various materials should be subjected to mechanical fatigue trials, where the applied stress should represent the same which the implants are submitted to, allowing to ensure that they have enough strength to act in their future activities and be able to support the loads assigned. This work comprises the assumptions that underlie the practical work in mechanical fatigue trials on implant-pillar connections.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/5298
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_10368.pdfPPG_10368823,7 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.