Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5139
Título: O papel das BMPs na regeneração óssea
Autor: Carvalho, Sara Catarina da Silva
Orientador: Macedo, Paulo
Palavras-chave: Bone tissue
Bone regeneration
Bone morphogenetic protein
BMP
BMP functions
BMP signalling
BMP–Smad signaling
SMAD independent
MAPKs
BMP antagonists
BMP 2
BMP 7
BMP aplications
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O tecido ósseo quando lesado possui capacidade de regeneração. No entanto, na presença de certas patologias ou lesões, esta capacidade poderá ser comprometida. Neste contexto, a fração de uma proteína foi isolada da matriz óssea desmineralizada, denominando-se Bone Morphogenetic Proteins (BMPs) ou Proteínas Morfogenéticas do Osso; descobertas pelo Dr. Marshall Urist em 1965. Estas proteínas parecem constituir uma boa alternativa no contorno deste problema, uma vez que possuem capacidade de formar cartilagem e novo osso (inclusive osso heterotópico). O seu uso clínico foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), respetivamente a BMP 7 e BMP 2. Devido ao seu potencial osteoindutivo e osteocondutivo, vários estudos in vitro e in vivo têm decorrido desde a sua descoberta. Sendo que estes fatores tornaram-se de grande interesse em várias áreas como a Ortopedia na Medicina e Cirurgia Oral na Medicina Dentária. Esta revisão bibliográfica tem como intuito o esclarecimento a partir da informação disponível acerca destas proteínas, nomeadamente, a sua constituição, mecanismos de ação, fatores condicionantes e potenciadores da sua ação, aplicações clínicas (inclusive na área da Medicina Dentária) e limitações no seu uso como fator regenerativo. Bone tissue when injured has the ability of regeneration. However, in the presence of certain pathologies or lesions, this ability can be compromised. In this context, a fraction of a protein was isolated from the demineralized bone matrix, called Bone Morphogenetic Proteins (BMPs); discovered by Dr. Marshall Urist in 1965. These proteins appear to be a good alternative to the overcome this problem, as they possess the ability to form new cartilage and bone, even heterotopic bone. Their clinical use was approved by Food and Drug Administration (FDA), respectively BMP 7 and BMP 2. Due to their osteoinductive and osteoconductive potential, several in vitro and in vivo studies have occurred since their discovery. Therefore these factors have become of great interest in various fields such as Orthopedics in Medicine and Oral Surgery in Dentistry. This literature review has the aim to clarify the available information about these proteins, namely, their constitution, mechanisms of action, conditioning factors and enhancers of their action, clinical applications (including in the field of Dentistry) and limitations of their use as a regenerative factor.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/5139
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_24095.pdfPPG_240951,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.