Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5123
Título: Lesões pré-malignas
Autor: Teixeira, Lívio António Neves
Orientador: Salgado, Abel
Palavras-chave: Oral premalignant lesions
Oral leukoplakia
Oral erythroplasia
Oral submucosal fibrosis
Oral lichen planus
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O cancro oral é a forma de cancro mais comum da cabeça e pescoço, e nos últimos anos, tem-se observado ao aumento da sua incidência, bem como, aumento da sua mortalidade. Numa fase inicial do carcinoma espinocelular oral, a forma mais prevalente de cancro oral, as manifestações clínicas e os sintomas são mínimos, sendo por isso importante o conhecimento por parte do médico dentista desta patologia, para o seu diagnóstico atempado e tratamento precoce, devido ao seu grande impacto na saúde de um paciente. Sabe-se que, praticamente todos os cancros orais são precedidos por alterações clínicas visíveis na mucosa oral, denominadas lesões potencialmente malignas. Uma lesão pré-maligna consiste numa doença, síndrome ou um achado clínico, que se não tratado pode conduzir a cancro. Na cavidade oral, existem inúmeras lesões visíveis que podem alertar o médico dentista para uma possível perturbação potencialmente maligna. O diagnóstico precoce das lesões orais, é um assunto importante devido às complicações sérias que podem ocorrer quando o tratamento é atrasado, particularmente tratando-se de lesões potencialmente malignas. O seu diagnóstico e tratamento precoce, permite portanto a deteção ou prevenção do cancro, diminuindo a sua incidência e melhorando a sobrevida daqueles com carcinoma espinocelular oral. As lesões orais potencialmente malignas são um problema de saúde grave, com uma prevalência considerável, onde a deteção precoce influencia grandemente o prognóstico destes pacientes. Este trabalho tem como objetivo uma abordagem das lesões potencialmente malignas, proporcionando ao médico dentista informação atualizada e relevante, tendo como intuito promover um diagnóstico mais precoce, sensibilizar para um diagnóstico diferencial, bem como as várias modalidades de tratamento e orientação destes pacientes. Serão abordadas as lesões pré-malignas mais prevalentes, que de acordo com os estudos são a leucoplasia, a eritroplasia, o líquen plano e a fibrose submucosa. Deste modo, foi realizada uma revisão da literatura, tendo em consideração as publicações científicas nos últimos 5 anos. Foi conduzida uma pesquisa nas bases de dados da Pubmed e ScienceDirect, com os termos “oral premalignant lesions”, “oral leukoplakia”, “oral erythroplasia”, “oral submucosal fibrosis” e “oral lichen planus”. Oral cancer is the most common form of head and neck cancer, and in recent years, it has been observed that it’s incidence as been increaseing, as well as its mortality. At the early stage of oral squamous cell carcinoma, the most prevalent form of oral cancer, the clinical manifestations and symptoms are minimal, so it is important to the dentists, to know this pathology, for its timely diagnosis and early treatment due to its great impact on the health of a patient. It is known that virtually all oral cancers are preceded by visible clinical changes in the oral mucosa, called potentially malignant lesions. A pre-malignant lesion is a disease, syndrome or clinical finding that if left untreated can lead to cancer. In the oral cavity, there are numerous visible injuries that can alert the dentist for a possible potentially malignant disorder. Early diagnosis of oral lesions is an important issue because of the serious complications that can occur when treatment is delayed, particularly in the case of potentially malignant lesions. The early diagnosis and treatment therefore allows the detection or preventing cancer, reducing the incidence and improving survival of those using oral squamous cell carcinoma. Potentially malignant oral lesions are a major health problem, with considerable prevalence, and the early detection greatly influences its prognosis. This paper aims to approach the potentially malignant lesions, providing the dentist updated and relevant information, and therefor to contribute to an earlier diagnosis, to raise awareness of a differential diagnosis and the various treatment modalities and guidance of these patients. It will be addressed the most prevalent premalignant lesions, in particular leukoplakia, erythroplasia, lichen planus and submucosal fibrosis. Thus, a review of the recent literature was performed taking into account the scientific publications in the last 5 years. It was conducted a search in the databases PubMed and ScienceDirect, using the terms "oral premalignant lesions," "oral leukoplakia", "oral erythroplasia", "oral submucosal fibrosis" and "oral lichen planus."
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/5123
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_17822.pdfPPG_17822958,15 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.