Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5066
Título: Prevalência de má oclusão em crianças com idade escolar
Outros títulos: Norte de Portugal
Autor: Mansur, Shérida Cunha
Orientador: Silveira, Augusta
Teles, Ana Moura
Palavras-chave: Saúde pública
Má oclusão
Prevalência e Componente Estético
Public Health
Malocclusion
Prevalence and Aesthetic Component
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: A má oclusão é considerada um problema de saúde pública, tanto pela sua epidemiologia quanto pela capacidade de ser prevenida e tratada. No presente trabalho foi realizado um estudo de carácter epidemiológico com o objetivo de avaliar a prevalência e gravidade da má oclusão em crianças com idade escolar, na dentição decídua/permanente, nas faixas etárias compreendidas entre 6-7 anos, 9-10 anos, 12-13 anos e 15-16 anos residentes no Concelho de Alijó, Portugal. Foram recolhidas através de um questionário e do exame clínico, informações sociodemográficas (escolaridade, idade, género) e características relativas à cavidade oral. No exame clínico foram observadas as seguintes características nos alunos examinados: a relação de molares, overjet e overbite, mordida cruzada anterior, posterior uni ou bilateral, diastemas, apinhamentos, irregularidade dentária, desvio de linha média e avaliação do Componente Estético do IOTN (Índice de Necessidade de Tratamento Ortodôntico). A amostra estudada inclui 207 alunos, 107 do género feminino e 100 do género masculino. No que se refere às más oclusões observadas, os resultados que mais se destacaram foram os seguintes: o apinhamento mandibular em 40,1% dos casos; o diastema maxilar em 40,6% dos casos; diastema central em 20,8% dos casos; irregularidade maxilar em 38,6% dos casos; overjet aumentado 39,7% da amostra dos casos; overbite foi a segunda má oclusão mais prevalente com 56% de observações; as mordidas abertas e cruzadas foram pouco relevantes; a Classe I foi a relação molar mais prevalente em 68,1% dos casos; os desvios da linha média inferior encontrados com cerca de 23% dos casos. Quanto à análise da autoperceção da aparência do sorriso a maioria (78,2%) dos alunos apresentaram Grau 1-2 segundo o Componente Estético do IOTN. Em relação à satisfação com o sorriso, a maioria estava satisfeito (46,3%) ou muito satisfeito (38,2%). Do mesmo modo, a maioria dos alunos acredita que não necessita de uso de aparelho ortodôntico (32,8%) ou que definitivamente não precisam de aparelho ortodôntico (20,2%). As más oclusões mais frequentemente observadas foram a relação de Classe I e o overbite. A alta prevalência de más oclusões foi observada na população de estudantes de Alijó examinados na pesquisa, mas com um nível relativamente elevado de satisfação com a própria estética oral. Concluindo, seria importante analisar a condição oral de crianças com idade escolar de forma a diagnosticar precocemente situações passíveis de prevenção e de tratamento. The malocclusion is considered a public health problem, both for its epidemiology as the ability to be prevented and treated. In order to assess the prevalence and severity of malocclusion in children of school age, in primary / permanent dentition, of the age groups between 6-7 years, 9-10 years, 12-13 years and 15-16 years in the municipality of Alijó, Portugal, an epidemiologic study was carried out. During the study, sociodemographic information (education, age, gender) and characteristics of the oral cavity were collected through questioning and clinical examination. On clinical examination the following characteristics were observed on the examined students: relation of molars, overjet and overbite, anterior, posterior unilateral or bilateral crossbite, spacing, crowding, tooth irregularity, midline shift, analietion of the Aesthetic Component of IOTN (Index of Orthodontic Treatment Need). The sample was composed of 207 students, out of whom 107 were females and 100 were males. The results which stood out in relation to malocclusions observed were: the mandibular crowding present in 40,1% of the cases; the maxillary spacing in 40,6% of the cases; midline spacing in 20,8% of the cases; maxillary irregularity in 38,6% of the cases; increased overjet 39,7% of the cases; overbite was the second most prevalent malocclusion with 56% observation; open and cross bites were of little relevance; Class I was relation of molars the most prevalent with 68, 1% of the cases; midline shift inferior was found in approximately 23%of the cases. The analysis of the self-perception of smile in the majority (78.2%) of the students had Grade 1-2 according to the Aesthetic Component of IOTN. As to the satisfaction with the smile, most were satisfied (46,3%) or very satisfied (38,2%) with their smile. Similarly, most students believe that they rather do not need orthodontic treatment (32,8%) or definitively not require any orthodontic treatment (20,2%). The most frequently observed malocclusions are Class I and overbite. A high prevalence of malocclusions was observed in the population of students of Alijó examined for the purpose of the research, yet with a relatively high level of oral aesthetic self-satisfaction. In conclusion, it seems that it would be important to analyse the oral conditions of children at school age in order to diagnose at an early stage cases, which could be prevented and / or treated.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/5066
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_30485.pdfPPG_304851,94 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.