Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/5014
Título: Autoconceito, Autoestima e Rendimento Académico em Alunos do 11º ano de Escolaridade nos Cursos de Ciências e Tecnologias e Cursos Profissionais
Autor: Oliveira, Diana Alexandra da Silva
Orientador: Marinho, Susana
Palavras-chave: Autoestima
Autoconceito
Rendimento académico
Self esteem
Self concept
Academic achievement
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O insucesso escolar ainda afeta muitos jovens em Portugal. A autoestima e o autoconceito têm suscitado um forte interesse para a Psicologia da Educação e sempre aliados aos resultados escolares dos alunos, pois são variáveis que podem influenciar esses mesmos resultados. A escolaridade obrigatória trata-se de outro ponto fulcral na motivação para o sucesso académico dos alunos estando esta associada às três variáveis mencionadas no presente estudo. A presente investigação teve como principais objetivos verificar a relação entre o autoconceito, a autoestima e o rendimento escolar em alunos do 11º ano de escolaridade, nos cursos de ciências e tecnologias e nos cursos profissionais de uma instituição privada. Pretendeu-se ainda, analisar a existência de diferenças nas variáveis autoestima, autoconceito e rendimento académico, entre alunos dos dois cursos e entre rapazes e raparigas. A amostra foi constituída por 147 alunos do 11º ano de escolaridade de uma instituição de ensino privado, no concelho de Santa Maria da Feira, em que 98 são alunos do curso de ciências e tecnologias e 49 são alunos dos cursos profissionais, com idades compreendidas entre os 16 e os 20 anos de idade (M= 16.3 anos; DP= .619),77 (52.4%) do sexo masculino e 70 (47.6%) do sexo feminino. Foi administrado um questionário sociodemográfico e aplicada a Escala de Autoconceito e Autoestima (Peixoto & Almeida, 1999). Os resultados obtidos neste estudo vão parcialmente de encontro ao que é referido na literatura sobre este tema. Verificou-se uma maior associação de variáveis na perceção da competência escolar e da competência a matemática com o rendimento académico, não tendo sido encontrada uma relação estatisticamente significante entre este e a autoestima; alunos do curso de ciências e tecnologias apresentam rendimento académico ligeiramente superior aos dos cursos profissionais; as raparigas apresentam autoconceito global e rendimento académico superior aos rapazes, e estes, valores de autoestima superiores em relação ao sexo feminino.
The school failure still affects many young people in Portugal. Self-esteem and self-concept have sparked a strong interest in the Educational Psychology in association with educational achievement of students. Compulsory schooling, being associated to variables mentioned above, is another core issue in the motivation for the students school success. This study aimed at verify if there was na association between self-concept, self-esteem and academic achievement in students of the 11th grade in sciences and technology courses and professional courses in a private institution. It is intended to further investigate if students of both courses differed in self-esteem, self-concept and academic achievement, and whether there were differences between boys and girls. The sample of 147 students of the 11th grade of a private educational institution from sciences and technology (n=98) and professional courses (n=49) ranged from 16 to 20 years old (M= 16.3 years, SD = .619) 77 (52.4%) male and 70 (47.6%) female. It was designed a socio-demographic questionnaire and the Self Concept and Self-Esteem Scale (Peixoto & Almeida, 1999) was applied to students. Results of this study partially confirm the outcomes reported by the literature on this subject. A major variables association in perception of school competence and mathematical competence with academic yield and has not been found a statistically significant relationship between this and self-esteem; students of sciences and technology have slightly higher academic achievement to the professional courses; girls have higher overall self-concept and academic achievement to boys, and these values greater self-esteem in relation to girls.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para a obtenção do grau de mestre em Psicologia, ramo de Psicologia da Educação e Intervenção Comunitária
URI: http://hdl.handle.net/10284/5014
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_DianaOliveira.pdf1,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.