Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4967
Título: O efeito do alongamento estático e da técnica de suster-relaxar na flexibilidade dos isquiotibiais
Autor: Trindade, Maria Carolina Queirós
Orientador: Amaral, Luísa
Palavras-chave: Alongamento
Isquiotibiais
Suster-Relaxar
Alongamento Estático
Flexibilidade
Stretching
Hamstring
Hold-Relax
Static Stretching
Flexibility
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: Objetivos: Comparar qual técnica tem mais eficácia quanto à flexibilidade nos Isquiotibiais, alongamento estático ou técnica do suster-relaxar; Verificar se existe relação entre as características biológicas e o ganho de flexibilidade; Apurar se existem diferenças de flexibilidade entre sexos; Avaliar se a prática de exercício físico altera os valores de flexibilidade. Metodologia: Foram selecionados 30 indivíduos de ambos os sexos entre os 18 e os 30 anos. Os indivíduos foram aleatoriamente distribuídos em 3 grupos, 2 experimentais e 1 de controlo. Tanto os grupos experimentais como o de controlo ficaram com 10 indivíduos cada. Ambas as técnicas foram realizadas em três sessões com intervalos de 7 dias entre cada uma delas, nos músculos Isquiotibiais. Para avaliar os efeitos momentâneos das duas técnicas foi realizado o teste do Sit and Reach antes e depois da aplicação de cada técnica. Resultados: Surgiram melhorias significativas quanto ao ganho momentâneo nos dois grupos experimentais. Não se encontraram diferenças nos ganhos de flexibilidade entre os dois sexos, nem nos indivíduos que praticavam exercício físico face aos que não o faziam, assim como entre raparigas na fase folicular (com fluxo menstrual) relativamente as raparigas nas restantes fases. Conclusão: Tanto a técnica do suster-relaxar como a do alongamento estático conseguem obter efeitos momentâneos no ganho da flexibilidade. Purposes: Compare which technique is most effective for flexibility in the Hamstrings, static stretching or hold-relax; Check there is a relationship between the biological characteristics and gain flexibility; Determine if there are differences in flexibility between sexes; Evaluate if the physical exercise changes the flexibility values. Methods: They were selected 30 individuals of both sexes between 18 and 30 years old. The subjects were randomly divided into three groups, two experimental and one control. Both experimental groups and control group had each one 10 individuals. Both techniques were performed in three sessions at intervals of 7 days between each of them, the Hamstring muscles. To evaluate the momentary effects of two techniques was performed Sit and Reach test before and after application of each technique. Results: Emerged significant improvements regarding to the momentary gain in the two groups. No differences were found between the sexes or in individuals who practice exercise to those who don´t practice it, as well as for girls in the follicular phase (with menstrual flow) for in the remaining phases. Conclusion: Both the technique of contracting relax as the static stretching can get momentary effects on gain flexibility.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4967
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_25861.pdfPG_25861324,85 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.