Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4938
Título: Perceção dos agentes de segurança pública sobre o controlo social formal
Autor: Panichi, Juliana Louck
Orientador: Nunes, Laura
Palavras-chave: Polícia
Segurança
Controlo Social
Criminalidade
Police
Security
Social Control
Crime
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O estudo procurou captar a perceção de agentes de polícia a respeito da criminalidade, das práticas antissociais, a forma de atuação e a eficácia dos mecanismos de controlo social na área de trabalho. Especificamente os objetivos propostos basearam-se no conhecimento dos agentes sobre o que ocorre na sua zona de intervenção, a perceção da própria atuação e a forma como estes percebem a eficácia da atuação. Adotou-se como método as de natureza quantitativa e qualitativa, correspondendo a um desenho exploratório, descritivo, transversal, retrospetivo, pautado por limitações de uma análise baseada na observação e no autorrelato. O instrumento utilizado foi um inquérito baseado na técnica do questionário, específico para agentes de segurança, desenvolvido por Sani e Nunes (2013b). A amostra foi constituída por 37 indivíduos da Polícia de Segurança Pública (PSP), do sexo masculino com idades compreendidas entre 30 e 49 anos de uma esquadra do Norte do país. Os resultados obtidos mostraram que a grande maioria dos agentes acredita que sua zona de trabalho é segura (94.6%), porém mais da metade (70.3%) sente que houve um aumento da criminalidade. Todos os inquiridos responderam de forma positiva o facto de fazeremde tudo para garantir a segurança das pessoas, mostrando-se a maioria dispostos a acolher e beneficiar da colaboração da população para melhor segurança de todos. Apesar do tema ser escasso em Portugal, relativamente a perceção sob o ponto de vista das polícias, haveria uma necessidade de desenvolver mais estudos na área.
The study sought to capture the perception of crime about police officers, the antisocial practices, the way it operates and the effectiveness of social control mechanisms on the desktop. Specifically the proposed objectives were based on the knowledge of the agents about what happens in their area of competence, the perception of the own performance and how they perceive the effectiveness of action. It was adopted as the quantitative and qualitative method, corresponding to an exploratory design, descriptive, cross-sectional, retrospective, marked by limitations of an analysis based on observation and self-report. The instrument used was a survey based on questionnaire technique, specific to security agents, developed by Sani and Nunes (2013b). The sample consisted of 37 individuals from the Public Security Police (PSP), male aged between 30 and 49 years of Northern fleet of the country. The results showed that the vast majority of agents believe that your work area is safe (94.6%), but more than half (70.3%) feel that there has been an increase in crime. All respondents answered positively the fact to do everything to ensure the safety of people, being the majority willing to accommodate and benefit from the collaboration of the population for better security of all. Despite the theme be scarce in Portugal, for perception from the point of view of the police, there would be a need for further studies in the area.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de mestre em Psicologia Jurídica
URI: http://hdl.handle.net/10284/4938
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Juliana 2015.pdf366,75 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.