Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4901
Título: A influência da vitimização infantil no comportamento desviante
Outros títulos: a perspetiva dos educadores
Autor: Souza, Edilene Teixeira de
Orientador: Caridade, Sónia
Palavras-chave: Vitimização infantil
Comportamento desviante
Desenvolvimento infantil
Child victimization
Violence
Deviant behavior
Child development
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: Na atualidade a violência é bem visível, tem rosto e invade subjetiva e objetivamente a vida de todos, interferindo nos desejos, nas ações e nas opções tomadas por indivíduos e instituições. Esta investigação, de índole qualitativa, tem como objetivo geral analisar o impacto da vitimização infantil na conduta das crianças, a partir da perspetiva dos educadores que possuem experiência de atuação com turmas de Educação Infantil. Procurou-se ainda identificar os processos interpessoais, a relação existente entre as crianças e seus cuidadores, bem como o meio social em que vivem de forma a refletir sobre os fatores de risco, de proteção e resiliência no desenvolvimento infantil. Para tal recorremos a uma entrevista semiestruturada, construída para o efeito, e a qual foi conduzida junto de 10 educadoras especialistas na área da Educação Infantil, com idades compreendidas entre os 32 e os 47 anos. Em termos de resultados, as entrevistadas apontaram a negligência parental como um dos tipos de vitimização mais frequentes, identificando-a também como fator de risco e unanimamente admitiram que a vitimização infantil assume formas múltiplas; a grande maioria das entrevistadas considerou existir uma relação positiva entre vitimização infantil e comportamento desviante, ainda que não seja de forma determinante. Tais resultados afiguram-se extremamente relevante na elaboração e implementação de programas de intervenção e prevenção em escolas e trabalhos de apoio junto das famílias, no que se refere aos comportamentos infantis de risco. Violence is well visible at present, has a face and subjective and objective invades the lives of everyone, interfering with desires, actions and the choices made by individuals and institutions. This research, qualitative, has the objective to analyze the impact of child victimization in the behavior of children, from the perspective of educators who have acting with Childhood Education classes. Likewise, we seek to further identify interpersonal processes, the relationship between children and their caregivers, as well as the social environment in which they live in order to reflect on the risk factors, protection and resilience in child development. To do this we used a semi-structured interview, purpose built, and which was conducted with 10 educators experts in the field of early childhood education, aged 32 between 47. In terms of results, respondents pointed to parental neglect as one of the most common types of victimization, identifying him also as a risk factor and unanimously admited that childhood victimization takes many forms; the vast majority of respondents believed that exists a positive relationship between childhood victimization and deviant behavior, although not decisively. These results appear to be extremely important in the design and implementation of intervention and prevention programs in schools and auxiliary works with families, with regard to children's risk behavior.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Criminologia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4901
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
DM_EdileneSouza.pdf1,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.