Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4887
Título: Avaliação dos efeitos de um programa de intervenção psicomotora precoce no neurodesenvolvimento e capacidade de aprendizagem em crianças no pré-escolar
Autor: Moreira, Mariana Silva Costa
Orientador: Marinho, Susana
Almeida, Gabriela
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: Este estudo de caráter quasi-experimental e comparativo com pré e pós-teste surge com o principal objetivo de explorar em que medida pode a Intervenção Psicomotora Precoce influenciar as respostas psicológicas (perceção de competência) e motoras (desenvolvimento motor) de crianças em idade pré-escolar, bem como influenciar a sua capacidade de aprendizagem. A amostra do estudo foi constituída por 9 crianças com idades compreendidas entre os 4 e 6 anos, de ambos os sexos, com neurodesenvolvimento normativo. Apostando num design intra-sujeitos, todas as crianças da amostra foram submetidas à intervenção (N=9). Os resultados deste estudo foram obtidos a partir da comparação dos dados em dois momentos de avaliação (pré e pós-intervenção). O programa de intervenção psicomotora constituído por 8 sessões de 60 minutos, durante 8 semanas, incidiu no trabalho em grupo sobre as habilidades motoras fundamentais e a autoperceção de competência física e de relação com os pares na idade pré-escolar. Os instrumentos utilizados foram a Escala de autoperceção de competências e aceitação social para crianças, em imagens para o pré-escolar (Harter & Pike, 1984), traduzida e adaptada à população portuguesa por Ducharne, (2004); a Escala de McCarthy de aptidões psicomotoras e de aprendizagem (McCarthy, 1992); um Questionário sociodemográfico para caracterização dos participantes; e um Questionário para a Educadora (ambos elaborados pela investigadora). Os resultados indicam que após o programa de intervenção se verificaram ganhos no desenvolvimento motor e na perceção de competência física aprendida, e diferenças não significativas em termos de perceção de relação com os pares, nas crianças participantes. Quanto à perceção da educadora face à intervenção psicomotora no pré-escolar, após a aplicação do programa esta refere ter notado diferenças positivas em termos de desenvolvimento motor e social, bem como um aumento de capacidade de aprendizagem nas crianças participantes, considerando ainda pertinente a inclusão desta mesma terapia no currículo educativo do pré-escolar.
This quasi- experimental and comparative study with pre and pos-test, comes up with the main goal to explore how the Psychomotor Early Intervention can influence psychological responses (perception of competence) and motor responses (motor development) of preschool aged children, and also understand what it’s influence in their learning ability. The study sample consisted of a group of 9 children aged between 4 and 6 years old, of both sexes, with normative neurodevelopment. In a within-subjects design, all the children were included in the intervention group (N = 9 and results were compared between two different time points (pre- intervention and post-intervention). The intervention program was developed in a group setting, and targeted the fundamental motor skills and self- perception of physical competence and self-perception of relationship with peers in preschool age. This consisted of 8 sessions of 60 minutes during 8 weeks. The assessment tools used were the Selfperception range of skills and social acceptance for children throuh images for pre -school (Harter & Pike, 1984), translated and adapted to the Portuguese population by Ducharne (2004); McCarthy range of psychomotor skills and learning (McCarthy, 1992); a Sociodemographic questionnaire to characterize the participants and an Questionnaire for Educator (both prepared by the researcher). The results show after the intervention program noted earnings in motor development and physical competence perception learned, and no significant differences in perception of relationship with peers, in the participating children. About the perception of the teacher face to psychomotor intervention in preschool after the implementation of the program, this regard have noticed positive differences in children motor and social development, as well as an increase in children learning ability. Teacher also consider very relevant to include psychomotor therapy in the educational curriculum from preschool.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio da Intervenção Precoce na Infância
URI: http://hdl.handle.net/10284/4887
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tesemestrado-final_versão3_final.pdf1,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.