Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4868
Título: A toxina botulínica
Outros títulos: passado, presente e futuro
Autor: Pinto, Diana Couto
Orientador: Pina, Cristina
Palavras-chave: Toxina botulinica
Passado
Botox
Aplicações
Futuro
Botulinum toxin
Past
Botox
Uses
Future
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A toxina botulinica, é um dos venenos mais potentes conhecidos e é o agente responsável pelo botulismo, doença rara mas que pode ser fatal. É produzida pelo Clostridium botulinum e atua primeiramente no bloqueio da libertação da acetilcolina, bloqueando deste modo a transmissão sináptica excitatória nas junções neuromusculares. Os sintomas começam com náuseas, vómitos, diarreias, visão dupla, fraqueza muscular, incapacidade de deglutir, dificuldade na fala, podendo levar à morte por falência respiratória. O botulismo pode ser de quatro tipos: a intoxicação alimentar, botulismo de feridas, botulismo infantil e o botulismo causado por colonização intestinal. A toxina foi usada pela primeira vez com sucesso na prática clínica em 1978 pelo oftamologista Dr. Alan Scott em pacientes com estrabismo. A partir daí numerosos estudos e indicações terapêuticas se seguiram. Hoje em dia existem várias preparações comerciais, sendo o Botox®, a mais conhecida. A toxina é usada atualmente em áreas como a cosmética, dermatologia, ortopedia, otorrinolaringologia, dor, pediatria, reabilitação e urologia. Com todo o interesse que há em torno da toxina botulinica, os estudos sobre novas aplicações e usos para a toxina continuam, abrangendo cada vez mais diferentes áreas, muito devido às propriedades químicas únicas da toxina, que com certeza nas próximas décadas continuará a surpreender com novas aplicações na área de saúde. The botulinum toxin is one of the most potent poisons known and is the agent responsible for botulism, a rare but fatal disease. It is produced by Clostridium botulinum and acts primarily in blocking the release of acetylcholine, thereby blocking the excitatory synaptic transmission at the neuromuscular junctions. The symptoms begin with nausea, vomiting, diarrhea, double vision, muscle weakness, inability to swallow, speech difficulty, and may lead to death by respiratory failure. There are four types of botulism: food poisoning, wound botulism, infant botulism and the botulism caused by intestinal colonization. The toxin was first successfully used in clinical practice in 1978 by ophthalmologist Dr. Alan Scott in patients with strabismus. Thereafter numerous studies and indications followed. Nowadays there are several commercial preparations being Botox®, the most known. The toxin is currently used in areas such as cosmetic, dermatology, orthopedics, otolaryngology, pain, pediatrics, rehabilitation and urology. With all the interest around the botulinum toxin, studies on new applications and uses for the toxin continue to increase in different areas, largely due to the unique chemical properties of the toxin, which for sure will continue to surprise us in the coming decades with new applications in healthcare.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4868
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_23478.pdf1,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.