Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4861
Título: Xerostomia e produção de saliva artificial na doença oncológica
Autor: Brochado, Joana Isabel Viana
Orientador: Sequeira, Teresa
Silveira, Augusta
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A saliva humana é um fluido complexo, produzido pelas glândulas salivares. Este fluido tem muitas funções, sendo importante para a lubrificação oral, para a mastigação, para a digestão, para a mineralização dos dentes e para o controlo da flora microbiana na cavidade oral. A xerostomia é a sensação subjetiva de boca seca, consequente ou não da diminuição/interrupção da função das glândulas salivares que resulta em alterações quer na quantidade, quer na qualidade da saliva. Ela é um sintoma que pode ter assim várias causas e provocar vários efeitos nos pacientes. O seu diagnóstico é importante para a realização de um tratamento adequado. A prevalência de xerostomia é maior em pacientes com doença oncológica, devido principalmente ao tratamento com radiação, que danifica as glândulas salivares, contribuindo para uma alteração da produção de saliva. O melhor tratamento quando as glândulas salivares, mesmo estimuladas, não produzem saliva, é o uso de saliva artificial. Isto verifica-se muito em pacientes com cancro de cabeça e pescoço e com xerostomia induzida pela radiação. The human saliva is a complex fluid produced by salivary glands. This fluid has many functions, it is important for oral lubrication chewing, digestion, teeth mineralization and microbial flora control in the oral cavity. Xerostomia is the subjective feeling of dry mouth, usually a consequence of the reduction/interruption of the function of the salivary glands that results in changes in either the quantity or quality of saliva. It is a symptom that may well have multiple causes and generates various effects in patients. Its diagnosis is important for the establishment of an appropriate treatment. The prevalence of xerostomia is higher in patients with oncological disease, mainly due to treatment with radiation, leading to damages on salivary glands, contributing to a change in the production of saliva. When stimulated salivary glands don’t pruduce saliva – a common situation in head and neck cancer cancer patients because of the radiation-induced xerostomia - artificial saliva seems to be the best treatment.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4861
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_23440.pdf870,3 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.