Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4851
Título: A Toxina botulínica
Outros títulos: o seu uso clínico
Autor: Marques, Joana Raquel Santos
Orientador: Pina, Cristina
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Desde sempre vista como uma toxina mortal, a toxina botulínica, produzida pelo Clostridium botulinum, sempre foi temida pela sua capacidade de matar de forma rápida e eficaz, sendo a doença que provoca conhecida como Botulismo, uma doença maioritariamente adquirida na alimentação, pelo consumo de produtos contaminados, desde carne, peixe, legumes e até em conservas. Esta toxina é capaz de inibir a libertação de acetilcolina, levando a uma queda na transmissão nervosa, que promove um relaxamento muscular tal capaz de impedir a ventilação por relaxamento contínuo de músculos como o diafragma, levando à morte. Graças ao seu mecanismo de ação, cedo se percebeu que podia ser usada a favor da medicina e assim se iniciaram os estudos que a permitiram afirmar-se como uma terapia eficaz nas mais diversas áreas. Os músculos hiperativos são identificados por hipertrofia muscular, rigidez, sensibilidade e atividade muscular anormal visível, a observação clínica, a olho nu ou com ajuda de eletromiografia, de movimentos ou posturas anormais, podem ajudar a identificar um músculo hiperativo. Foi então inicialmente introduzida para tratamento de estrabismo, evoluindo para tratar diversos estados patológicos de distonias como o Blefaroespasmo, Espasmo Hemifacial, Distonia do pé, Rugas de expressão entre outras patologias. É também bastante eficaz no controlo da dor. Assim, tendo um papel muito importante na gestão de uma ampla variedade de condições médicas das mais variadas áreas, desordens neurológicas, oftalmológicas, otorrinológicas, ginecológicas, dermatológicas, urológicas, gastrointestinais e na dor, a toxina botulínica alterou a forma como é vista e usada ganhando grande importância clinica. A fragilidade induzida pela injeção de TXB geralmente dura cerca de três meses. O alívio atingido após a administração da toxina vai-se deteriorando progressivamente até um ponto em que são necessárias novas injeções. Os pacientes têm então, necessidade de fazer o tratamento em intervalos regulares que variam dependendo da dose e da suscetibilidade individual. Por estas razões, este trabalho, tem como objetivo realizar uma pesquisa bibliográfica atual, que focará a farmacologia desta toxina, bem como dados de ensaios clínicos, demonstrando a sua eficácia nas mais diversas situações clínicas. Always seen as a deadly toxin, botulinum toxin, produced by Clostridium botulinum, has always been feared for its ability to kill quickly and efficiently. This bacterium is responsible for the disease known as Botulism, mostly by the consumption of contaminated meat, fish, vegetables and even canned goods. This toxin can inhibit the release of acetylcholine, leading to a decrease in nerve transmission, which promotes muscle relaxation inhibiting ventilation by continuous relaxation of muscles such as the diaphragm, leading to death. Thanks to its mechanism of action, it quickly became apparent that it could be used in medicine and so began the studies that led to assert itself as an effective therapy in several areas. Hyperactive muscles are identified by muscular hypertrophy, stiffness, tenderness, abnormal muscle activity or abnormal postures, clinical observation can be helped by electromyography. Initially introduced for treatment of strabismus, evolved to treat several conditions such as dystonias like blepharospasm, hemifacial Spasm, foot dystonia, axial dystonia, hyperhidrosis, expression wrinkles, hiperreflex bladder, anal fissure and other pathologies. It is also very effective in control of pain. So, this toxin is shown to have a very important role in the management of a wide variety of medical conditions, such as neurological disorders, ophthalmologic, otorhinology, gynecological, dermatological, urological, gastrointestinal and in pain. That changed the way it is viewed and used gaining great clinical importance. The weakness induced by the injection of TXB usually lasts about three months. The relief achieved after administration will become progressively deteriorating to a point where further injections are required. The patients must take injections in regular intervals that vary depending on the dose of the toxin and individual susceptibility. For these reasons, this work aims to conduct a current literature search, that will focus on the pharmacology of this toxin, as well as data from clinical trials demonstrating its efficacy in various clinical situations.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4851
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_24363.pdf1,16 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.