Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4849
Título: Prevalência da cárie dentária numa população de utentes em cuidados de saúde primários inscritos na Unidade Saúde Familiar (USF) Espinho
Autor: Neto, Jorge Luís Ribeiro
Orientador: Bulhosa, José Frias
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A cárie dentária é definida como uma doença de carácter multifactorial pós-eruptiva, infecciosa e transmissível, está quase sempre caracterizada por uma destruição progressiva e centrípeta dos tecidos mineralizados do dente. Estudos indicam que em Portugal a cárie dentária é um problema prevalente. Numa população de crianças entre 1-5 anos de idade, o 15 % já tinham tido experiência com cárie dentária no ano (2004), entretanto, numa população de adultos de 35-44 anos de idade, o 98% já tinham tido a mesma experiência no ano (2004). Em Portugal, este problema assume gravidade dado que durante muitos anos, a saúde oral não esteve acessível a toda a população, fazendo com que hoje, uma elevada percentagem com mais de 65 anos sofra de doenças da boca. A saúde oral em Portugal encontra-se contemplada nos programas de cuidados de saúde primários de modo que em Portugal continental, os serviços públicos limitam-se à prestação de serviços orais a grupos específicos, mas a oferta dos serviços de saúde oral está relacionada quase na sua totalidade com o desenvolvimento do sector privado, que emprega 98% dos especialistas em exclusividade, mas que não é acessível a cerca de 60% da população por razões económicas, o que constitui por si só, uma barreira na acessibilidade a esses cuidados de saúde oral. O grande problema da medicina dentária não é apenas o conhecimento da prevalência e incidência da cárie dentária, mas, principalmente, a resolução dos problemas instalados no indivíduo, no direito que este tem à saúde, expresso pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Devido à necessidade da procura de novas medições com finalidade de observar novos níveis de incidência da Cárie Dentária em diferentes populações; o presente trabalho foi desenhado para determinar a “Prevalência da Cárie Dentária numa população de utentes em cuidados de saúde primários inscritos na Unidade Saúde Familiar (USF) Espinho”. Conclusão: Neste estudo a distribuição da média do CPOD variou entre 6,67 a 21,25 alcançando uma média de 15,19, sendo considerado como grave segundo os parâmetros da OMS; no género feminino observou-se maior prevalência de cárie dentária; e demonstrou-se que, a maior idade, maior a média do CPOD. Também, se determinou que há grande incidência de dentes perdidos onde a média observada foi de 9,29; verificou-se que a higiene oral tem influência com a doença; com respeito ao hábito tabágico os dados do estudo não foram conclusivos; encontrou-se uma alta percentagem de edentulismo, onde a maior parte não tinha reabilitação protésica. São dados alarmantes, retratando um problema atual, que têm tendência a se agravar caso não sejam tomadas algumas medidas de assistência à população. Objectivos  Determinar a Prevalência da Cárie Dentária numa população de utentes vigiados na (USF) Espinho.  Determinar a associação entre a Cárie Dentária com os factores determinantes individuais (sexo, higiene oral, hábitos tabágicos, utilização de prótese dentária). Dental caries is defined as a post-eruptive, infectious and transmissible disease of multifactorial character, and is almost always characterized by a progressive destruction of centripetal and mineralized tissues of the tooth. Studies indicate that in Portugal dental caries is a prevalent problem. In a population of children between 1-5 years of age, 15% had already had experience with dental caries in the year (2004), however, in a population of adults 35-44 years of age, 98% had had the same experience in the same year (2004). In Portugal, this problem assumes gravity for many years, because the oral health was not accessible to the entire population, making today a high percentage with over 65 years suffer from diseases of the mouth. Oral health in Portugal is contemplated in the primary health care program, so in continental Portugal, the public services are limited to provide oral services to specific groups, but the offer of oral health services is related almost its entirety with the development of the private sector, which employs 98% of the experts, but that is not accessible to about 60% of the population for economic reasons, which is in itself a barrier to access to these health care oral. The major problem in dentistry is not just the knowledge of the prevalence and incidence of dental caries, but mainly the resolution of problems at the individual, that it has the right to health, expressed by the World Health Organization (WHO). Due to the need to seek new measurements with the purpose of observing new levels of Caries incidence in different populations; the present study was designed to determine the “Prevalence of Dental Caries in a population of clients in primary care enrolled in Unidade Saúde Familiar (USF) at Espinho”. Conclusion: In this study the distribution of the DMFT media ranged from 6.67 to 21.25 reaching an average of 15.19, being considered as serious according to the parameters of WHO; in females there was a higher prevalence of dental decay; and demonstrated that oldest ages, have a higher DMFT average. Also, it was determined that there is a big incidence of missing teeth where the average rate was 9.29; it was found that oral hygiene has an influence on the disease; according to the smoking study these results were not conclusive; finding a high percentage of edentulism, where most of the patients had no prosthetic rehabilitation. These alarming results represent a current problem, which tends to worsen if certain measures to assist the population are not taken. Objectives: • Determine the Prevalence of Dental Caries in a population of users watched in Unidade Saúde Familiar (USF) Espinho. • Determine the association between Dental Caries with individual determinants (gender, oral hygiene, smoking, dental prosthesis).
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4849
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_29528.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.