Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4820
Título: A sobrecarga dos cuidadores informais de doentes de Alzheimer
Autor: Macedo, Marta Susana Silva Pinho
Orientador: Guerra, Manuela
Palavras-chave: Alzheimer
Cuidador informal
Sobrecarga
Alzheimer
Informal caregiver
Burden
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O estudo em questão pretende saber qual a sobrecarga existente nos cuidadores informais de doentes de Alzheimer. Considerou-se pertinente estudar este tema, pois o aumento da esperança média de vida implica o número elevado de idosos a necessitar de cuidados, mais concretamente os idosos com doença de Alzheimer. Os objectivos traçados para o estudo foram determinar o nível de sobrecarga e identificar as características sociodemográficas dos cuidadores informais de doentes de Alzheimer. Elaborou-se um estudo descritivo, transversal e quantitativo, realizado na zona do Grande Porto. A amostra é constituída por 46 cuidadores de doentes de Alzheimer que se disponibilizaram para responder a um questionário baseado na escala de Zarit (S. H.Zarit & J. M. Zarit, 1983; Martín, 1996; Scazufca, 2002; versão portuguesa de Sequeira, 2007), uma escala que avalia a sobrecarga de um cuidador. Os resultados obtidos revelaram que a maioria dos cuidadores é do sexo feminino, casado, na faixa etária dos 51 aos 60 anos e sendo também na sua maioria filhos/as do doente. Após a realização do estudo, foi possível concluir que 67.39% dos participantes apresentavam sobrecarga, dos quais 28.26% destes tinham sobrecarga intensa e 39.13% sobrecarga ligeira. Os factores que mais contribuíram para o aumento da sobrecarga foram a dependência do doente em relação ao cuidador, o receio pelo futuro do doente e o tempo que o cuidador informal tem para as suas tarefas. This investigation purpose is to study the level of burden felt by the informal caregivers of Alzheimer’s patients. It is important to study this matter because life expectancy is increasing, leading to more elderly people that need care, in particularly those who have Alzheimer. This investigation’s objectives are to determine the level of burden and to identify the social demographic features of informal caregivers of Alzheimer’s patients. It was made a descriptive, cross sectional study which is using a quantitative method, covering the area of Porto. This sample is composed by 46 caregivers of Alzheimer’s patients, who accepted to answer a questionnaire based on the scale of Zarit (S. H.Zarit & J. M. Zarit, 1983; Martín, 1996; Scazufca, 2002; Portuguese version of Sequeira, 2007), a scale that measures the burden of a caregiver. The results revealed that most caregivers are female, married, with ages between 51 to 60 years old and the majority are daughter or son of the patient. After this study it was also possibly to realize that 67,39% of the participants showed burden, and 28.26% of these had severe burden and 39.13% a slighter burden. The elements that contributed to increase burden were the dependency of the patient towards the caregiver, the fear for the future of the patient and the time available for the informal caregiver to organize his daily tasks.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/4820
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_25885.pdf175,07 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.