Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4809
Título: Competências sociais, problemas de comportamento e competências académicas
Outros títulos: um estudo no 2º ciclo do Ensino Básico
Autor: Pinto, Ângela Daniela Moreira
Orientador: Marinho, Susana
Palavras-chave: Competências Sociais
Problemas de Comportamento
Competência Académica
Social Skills
Behavior Problems
Academic Competence
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: O comportamento social corresponde ao conjunto de ações, atitudes e pensamentos que o indivíduo apresenta em relação à comunidade, aos indivíduos com que interage e a si próprio. As competências sociais assumem uma importância decisiva no desenvolvimento humano, pois estão relacionadas, não só com as relações entre pares, mas também, com o sucesso académico e profissional, e com o ajustamento psicossocial (Baptista, Monteiro, Silva, Santos & Sousa, 2011). Os défices nestas competências podem levar a dificuldades na aceitação social, dificuldades escolares, desajustes psicológicos na infância, problemas de saúde mental na adolescência e idade adulta, dificuldades de aprendizagem, maior risco de desenvolvimento de comportamentos antissociais, agressividade, delinquência e ao consumo de substâncias (Baptista et al., 2011; Lopes et al., 2006). Neste estudo, de abordagem quantitativa, pretendeu-se investigar a relação entre as variáveis género, idade, realização escolar e as competências sociais, os problemas de comportamento e competência académica e analisar a influência de um programa estruturado e promotor de competências sociais, aplicado a um grupo de 49 alunos do 2º ciclo do ensino básico nas habilidades sociais, nos problemas de comportamento e competência académica. Foi administrada a Escala de Competências Sociais K-6: Forma para Professores (Lemos & Meneses, 2002) em dois momentos distintos: antes e depois da aplicação do programa de competências sociais. Os resultados encontrados indicam, na perspetiva dos professores, que alunos de 5º e 6º ano não se diferenciam quanto às Habilidades Sociais (HS), Problemas de Comportamento (PC) e Competência Académica (CA); não parecem existir diferenças nas HS e nos PC entre rapazes e raparigas; os resultados indicam que alunos mais velhos parecem apresentar menos HS e mais PC; as HS e os PC parecem associar-se à realização escolar e alunos com valores mais elevados nos PC apresentam resultados escolares mais baixos; parecem existir melhorias nas HS e uma diminuição dos PC com a implementação do programa de intervenção, contudo não foram assinaladas diferenças relativas à CA.
Social behavior corresponds to the set of actions, attitudes and thoughts that the person has in relation to the community, to individuals with which he interacts and to himself. Social skills play a decisive role in human development, since they are related not only with peer relations, but also with the academic and professional success and the psychosocial adjustment (Baptista, Monteiro, Silva, Santos & Sousa, 2011). Deficits in social skills can lead to difficulties in social acceptance, learning difficulties, psychological maladjustment in childhood, mental health problems in adolescence and adulthood, learning disabilities, increased risk of developing anti-social behavior, aggression, delinquency and substances abuse (Baptista et. al., 2011; Lopes et. al., 2006). This quantitative study of aims to investigate the relationship between gender, age, school achievement and social skills, behavior problems and academic competence as well as the influence of a structured program of social skills, applied to a group of 49 students of the 2nd Cycle of Basic Education, in social skills, behavior problems and academic competence. The Social Skills Scale K6: Form for Teachers (Lemos & Meneses, 2002), was administerd before and after the implementation of the social skills program. The results show that, from teachers perspective, students from 5th and 6th grade do not differ in Social Skills (SS), Behavior Problems (BP) and Academic Competence (AC); there seems to be no differences in the SS and BP between boys and girls; the results indicate that, older students seem to show less SS and more BP; there seems to be a relationship between SS and BP regarding school achievement, the students with higher BP showing lower academic results; there seems to be improvements in the SS and a decrease in BP with the implementation of the intervention program, but were not marked differences related to AC.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa, como parte dos requisitos para a obtenção do grau de mestre em Psicologia, ramo de Psicologia da Educação e Intervenção Comunitária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4809
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final.pdf3,47 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.