Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4763
Título: Efectividade do tratamento das ondas de choque na Síndrome de dor miofascial
Outros títulos: Revisão da literatura
Autor: Miranda, Francisco José Areias de
Orientador: Amaral, Luísa
Palavras-chave: Ondas de choque extracorporais
Síndrome de dor miofascial
Extracorporeal Shock Waves
Myofascial pain syndrome
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Objetivo: Este estudo analisou um conjunto de planos de intervenção com ondas de choque extracorporais, no tratamento da síndrome de dor miofascial, no sentido de definir as características que parecem evidenciar um melhor resultado. Métodos: Foi efetuada uma pesquisa bibliográfica através da base de dados, PEDro, utilizando os seguintes termos de pesquisa: “Ondas de choque extracorporais”, “Extracorporal Shock wave”, “Síndrome de dor miofascial” e “Myofascial pain syndrome”. Resultados: Foram selecionados 3 ensaios clínicos com design aleatório controlado que analisaram o efeito de ondas de choque extracorporais em pacientes com síndrome de dor miofascial, com idades entre os 25 e os 74 anos de idade, em ambos os sexos. Conclusão: O protocolo de tratamento com ondas de choque extracorporais, que parece apresentar melhores resultados caracteriza-se por um baixo nível de densidade de fluxo energético, compreendidas entre os 0,056mJ/mm2 e 0,12mJ/mm2 entre os 700-1500 impulsos por sessão. Deverão ser efetuados 1-2 tratamentos por semana, num mínimo total de 3 tratamentos. Para obter os máximos proveitos de um protocolo de tratamento dever-se-á incluir exercícios de estabilização para o músculo afetado, nas sessões de tratamento. Objective: This study analyzed different therapeutic plans with extracorporeal shock waves in the treatment of myofascial pain syndrome aiming to define the plan whose characteristics show the best results. Methods: A literature search was performed through the database, PEDro, using the following keywords: “Ondas de choque extracorporais”, “Extracorporeal shock waves”, “Síndrome de dor miofascial” and “Myofascial pain syndrome”. Results: Three randomized controlled trials were selected to examine the effect of extracorporeal shock waves in patients with myofascial pain syndrome. The subjects comprised individuals with diagnosis of miofascial pain syndrome, aged between 25 and 74 years, where both sexes were equally represented in the study samples. Conclusion: The extracorporeal shock waves treatment protocol that seems to show better results would consist of a low level of energy flux density, ranging between 0,056mJ/mm2 and 0,12mJ/mm2, summing 700-1500 pulses per session. One to two treatments per week summing a minimum of 3 treatments should be made. To achieve maximum therapeutic outcome protocol treatment must include stabilization exercises for the inured muscles.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4763
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_FranciscoMiranda.pdf415,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.