Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4692
Título: Erthos Albino de Souza
Outros títulos: uma introdução ao mapeamento poético de dados computacionais
Autor: Fajardo, Luís Cláudio Costa
Palavras-chave: Erthos Albino de Souza
Ciberliteratura
Aleatório
Visualização
Cyberliterature
Randomness
Visualization
Data: 2014
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Cibertextualidades. Porto. ISSN 1646-4435. 6 (2014) 71-80.
Relatório da Série N.º: Cibertextualidades;6
Resumo: Este artigo discorre de forma sintética sobre a obra de Erthos Albino de Souza (1932-2000), poeta brasileiro considerado um dos precursores da experimentação poética em meio digital. Ao realizar experimentos poéticos a partir da visualização e espacialização de dados técnicos de engenharia gerados por computador nos anos de 1970, Erthos Albino alinha-se à poética do aleatório de haroldo de Campos e à visualização de dados proposta por Lev Manovich fazendo de seus poemas uma importante, porém ainda pouco divulgada referência nas pesquisas em torno das poéticas digitais.
This article discusses, in a synthetic way, the work of Erthos Albino de Souza (1932-2000), a Brazilian poet considered one of the precursors of poetic experimentation in digital media. In his poetic experiments of the 1970s with computers in the visualization and spatialization of data, Erthos Albino aligns to the poetics of randomness by haroldo de Campos, as well as data visualization as proposed by Lev Manovich, making of his poems an important, yet little known, reference in the research around the digital poetics.
URI: http://hdl.handle.net/10284/4692
ISSN: 1646-4435
Aparece nas colecções:Cibertextualidades - Nº 06

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
cibertextualidades6_71-80.pdf248,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.