Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4676
Título: A inclusão de alunos com Necessidades Educativas Especiais nas Escolas Secundárias
Outros títulos: um estudo de caso num Agrupamento de Escolas da Região de Lisboa e Vale do Tejo
Autor: Silva, Maria Odete Gomes da
Orientador: Ramalho, Joaquim
Palavras-chave: Inclusão
Necessidades Educativas Especiais
Escolas Secundárias
Inclusion
Special Educational Needs
Secondary Schools
Data de Defesa: 2015
Editora: [s.n.]
Resumo: A questão da inclusão de alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) nas escolas de ensino regular foi, desde sempre, muito debatida e estudada. Com a entrada em vigor da Lei n.º 85/2009, de 27 de agosto, que prevê o alargamento da escolaridade obrigatória para os 18 anos de idade, as escolas secundárias portuguesas passaram a receber alunos que, até então, não frequentavam o Ensino Secundário. A presente investigação pretende refletir sobre a inclusão de alunos com NEE numa escola secundária de um Agrupamento de Escolas da região de Lisboa e Vale do Tejo (DSRLVT), percebendo se esta está preparada, do ponto de vista físico, material, organizacional e humano e analisando a conceção dos docentes e dos assistentes operacionais face à inclusão desses alunos. Este trabalho tem por base, para além do atual enquadramento legal, a revisão da literatura científica sobre os conceitos de inclusão e de NEE e sobre a organização das escolas secundárias. A metodologia seguida no âmbito deste estudo é de natureza quantitativa, com um cariz descritivo e exploratório, de tipo correlacional, tendo sido utilizados como instrumentos de recolha de dados uma grelha de observação direta (Checklist) e dois questionários, destinados aos docentes e aos assistentes operacionais respetivamente. Os participantes neste estudo foram os docentes e os assistentes operacionais a exercerem funções na escola secundária de um Agrupamento de Escolas, da rede de estabelecimentos de ensino público, da região de Lisboa e Vale do Tejo. A análise dos resultados obtidos revela que a escola em estudo se encontra preparada, de uma forma global, para receber todos os alunos com NEE; contudo, algumas melhorias e mudanças são imprescindíveis. Verifica-se ainda que os docentes revelam atitudes inclusivas, que não diferenciam consoante o tempo de serviço; o número de alunos com NEE ou a frequência de formação na área das NEE. Constata-se também que os assistentes operacionais manifestam atitudes inclusivas, que variam com a idade, mas não com a frequência de formação específica no domínio das NEE.
The inclusion of students with Special Educational Needs (SEN) in regular school has always been debated and studied. With the entry into force of the Law No. 85/2009, of 27 August, which establishes the extension of compulsory schooling to the age of 18, Portuguese secondary schools began to receive students who, until then, didn’t attend secondary school. This investigation aims to reflect on the inclusion of students with SEN in a secondary school of a group of schools in the region of Lisboa e Vale do Tejo, realizing whether the school is prepared, from a physical, material, organisational and human point of view, and analysing the position of teachers and educational staff vis-à-vis the inclusion of these pupils. This work is based, besides the current legal framework, on the review of scientific literature on the concepts of inclusion and SEN and on secondary schools organisation. The methodology followed in this research is quantitative in nature, with descriptive, exploratory and correlational characteristics. To collect data a checklist for observational purpose and two surveys, one for teachers and the other one for educational staff, were used. The participants in this study were the teachers and the educational staff working in a secondary school of a group of schools, of the public school network, in the region of Lisboa e Vale do Tejo. Results show that the school studied is ready to welcome all the students with SEN, even though some improvements and changes are needed. It was found that teachers express inclusive attitudes, which are not depending on the career time, the number of students with SEN in their classes or training related to SEN. Concerning the educational staff, they seem to adopt inclusive attitudes, which vary with the age, but not with specific training about SEN.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10284/4676
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao _ Inclusao de alunos com NEE nas Escolas Secundarias _ Odete Silva-28444.pdf1,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.