Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/464
Título: Comunicação política governamental
Outros títulos: observações sobre algumas estratégias nos Governos Nacionais do Brasil e em Portugal
Autor: Azevedo, Flávia Adriane Araújo de
Orientador: Pinto, Ricardo
Palavras-chave: Comunicação política
Estratégias de comunicação
Governo Lula
Governo José Sócrates
Data de Defesa: 2007
Editora: [s.n.]
Resumo: A temática central deste trabalho é a comunicação política realizada em âmbito governamental. O desenvolvimento da pesquisa se deu por meio de um estudo transnacional, por meio da identificação e posterior análise de algumas estratégias de comunicação de governo adotadas no Brasil, no mandato do Presidente Luís Inácio Lula da Silva e em Portugal, no mandato do Primeiro-Ministro José Sócrates. Verifica-se que a maioria dos estudos que envolvem o entrelaçamento entre comunicação e política salientam as análises que contemplam a cobertura midiática, as estratégias de marketing político e eleitoral, o comportamento do eleitor, construção da imagem pública, entre outros. No tocante ao sub-tema comunicação governamental é possível perceber que a maioria dos estudos ocupam lugar no campo das Relações Públicas. Esta, por sua vez, preocupa-se com o tema comunicação de governo muito mais pela lógica da comunicação organizacional, pouco valorizando questões problemáticas concernentes à política. Embora utilize dois países, esta pesquisa não tem como finalidade comparar a comunicação governamental no Brasil e em Portugal, mas tão-somente verificar um ponto de destaque para a análise em cada uma dessas realidades. Para traçar um caminho de pesquisa, em um primeiro momento, o estudo procurou compreender as diversas abordagens existentes nos temas que compõe o campo da comunicação política, trazendo à baila conceitos sobre comunicação política e governamental, jornalismo político e marketing político. Ao mesmo tempo fez referência aos sistemas midiáticos brasileiro e português, de forma a valorizar uma reflexão crítica sobre os mesmos, já que a mídia pode ser considerada como importante ator na disputa política. Para o desenvolvimento da pesquisa empírica realizou-se entrevistas com profissionais das equipes de comunicação de governo, no Brasil e em Portugal e na análise de alguns documentos e matérias jornalísticas. As informações recolhidas foram sistematizadas em categorias, com o objetivo de filtrar as questões mais pertinentes ao trabalho. O estudo demonstrou o quanto a comunicação política governamental é condicionada pelos sistemas de político e midiático. No Brasil existe um forte aparato estrutural, com forte tradição na propaganda, enquanto em Portugal versa-se pela simplificação, por meio das informações de governo mediadas pela imprensa e sem o uso sistemático das ações de propaganda.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte integrante dos requisitos para obtenção do grau de mestre em Ciências da Comunicação, com especialização em Marketing e Comunicação Estratégica.
URI: http://hdl.handle.net/10284/464
Aparece nas colecções:FCHS (DCEC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
tesefinal.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.