Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4603
Título: Resinas compostas vs amálgama de prata em restaurações de dentes posteriores
Autor: Fernandes, Rui Moreira da Rocha Pereira
Orientador: Guimarães, Susana Coelho
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Nos últimos anos, tem-se constatado um grande desenvolvimento a nível dos materiais restauradores, assim como uma maior exigência estética, tanto por médicos dentistas como pelos próprios pacientes, nas restaurações dentárias. A exigência estética por parte dos pacientes levou à necessidade da evolução dos materiais restauradores usados em dentística, e à consequente substituição do amálgama de prata pelas resinas compostas. O objetivo desta monografia, que consiste numa revisão bibliográfica, foi aferir as características específicas, indicações e limitações tanto do amálgama de prata como das resinas compostas e comparar a sua utilização em restaurações de dentes posteriores. O amálgama dentário foi de facto o material mais usado durante o século passado, mas tem vindo a entrar em desuso por parte dos médicos dentistas devido ao aparecimento e evolução de novos materiais restauradores, com um sucesso clinico constatável e evidente em restaurações de dentes posteriores. Apesar do baixo custo do amálgama, da sua fácil manipulação, do seu bom selamento marginal e elevada longevidade, o amálgama apresenta algumas desvantagens como o fator inestético, a necessidade de fazer preparos dentários maiores e mais retentivos e consequentemente comprometer estrutura dentária sã e a questão da presença do mercúrio, que apesar de não haver estudos conclusivos relativamente à sua toxicidade, esta temática gera imensa controvérsia entre médicos dentistas e pacientes. Devido a todas estas questões inerentes ao amálgama dentário, surgiram no mercado as resinas compostas que têm sido cada vez mais aperfeiçoadas quanto à sua longevidade, resistência mecânica e ao desgaste e à estética, permitindo restaurações cada vez mais estéticas e mais próximas da cor natural do dente. No entanto, as resinas compostas também apresentam algumas limitações como a contracção de polimerização, a sensibilidade da técnica restauradora e a microinfiltração das restaurações que pode levar ao consequente aparecimento de cáries secundárias. Assim, é importante que o médico dentista afira as necessidades específicas de cada paciente e tenha em conta as indicações e contra-indicações de cada material restaurador, a situação clínica e os objetivos do paciente, para poder decidir qual o material restaurador a utilizar nas restaurações de dentes posteriores. In recent years, we have observed a large level development of restorative materials, as well as a greater aesthetic requirement by both dentists and the patients themselves, in dental restorations. The aesthetic demand from patients led to the necessity of the development of restorative materials used in dentistry, and the consequent replacement of silver amalgam by composite resins. The purpose of this monograph, consisting of a literature review was to assess the specific characteristics, indications and limitations of both silver amalgam and of composite resins and to compare their use in posterior restorations. The amalgam was in fact the most widely used material during the last century, but has come into disuse by the dentists due to the appearance and development of new restorative materials, with a clear and verifiable clinical success in posterior restorations. Despite the low cost of amalgam, its easy handling, its good marginal sealing and high longevity, the amalgam has some disadvantages such as unpleasant factor, the need to make larger and more retentive dental preparations and therefore compromise sound tooth structure and the question the presence of mercury, which although no conclusive studies regarding its toxicity, this topic generates huge controversy among dentists and patients. Due to all these issues related to dental amalgam, appeared on the market composite resins, that have been increasingly refined as to its longevity, strength and wear and appearance, allowing increasingly closer and aesthetic restorations of natural color tooth. However, the resins also have some limitations as the polymerization shrinkage of the restorative technique and sensitivity of the marginal microleakage which may lead to subsequent development of secondary caries. Thus, it is important that the dentist recalibrate the specific needs of each patient and takes into account the indications and counter-indications of each restorative material, the clinical situation and the patient's goals, to be able to decide which restorative material to be used in restorations of posterior teeth.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4603
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_18026.pdf264,58 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.