Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4598
Título: Revascularização pulpar
Autor: Moreira, Ana Isabel Magalhães
Orientador: Martins, Luís França
Palavras-chave: Pulp revascularization
Teeth regeneration
Apexification
Regenerative endodontics
Pulp regeneration
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Em Medicina Dentária a taxa de incidência de patologia pulpar é elevada. Atualmente o tratamento realizado nestes casos passa pelo tratamento endodôntico não cirúrgico e obturação do sistema tridimensional de canais do dente permanente e maturo necrosado. Quando o tecido pulpar sofre necrose o prognóstico do dente está comprometido. Até então a abordagem terapêutica nestes casos passa por tratamento dos canais radiculares no caso de dentes com ápices maduros, apexificação em dentes com ápice imaturo ou extração. Apesar de estas modalidades terapêuticas apresentarem elevadas taxas de sucesso, a presença de uma polpa vital é fundamental para manter a homeostase e longevidade da peça dentária. Uma forma de terapia ideal pode consistir em abordagens regenerativas que consistem na remoção e substituição da polpa danificada ou necrosada por tecido pulpar saudável de forma a revitalizar o dente. Para atingir este objetivo os investigadores têm estudado diversas técnicas: revascularização por coágulo sanguíneo, terapia com células estaminais, implantação pulpar, implantação de scaffold, impressão tridimensional celular, scaffold injetável e terapia genética. Este tipo de tratamentos envolve combinação de desinfeção, desbridamento do canal afetado, utilização de células estaminais adultas, scaffolds e fatores de crescimento. Pode ser necessário também o alargamento apical para permitir a revascularização. Com esta revisão pretende-se compreender melhor o procedimento de revascularização pulpar no geral, vantagens e desvantagens, sua aplicabilidade na prática clinica diária e aferir sobre os resultados obtidos na literatura. Apesar de os desafios para a introdução das técnicas regenerativas como tratamento alternativo de dentes necrosados serem substancias, estas podem ser benéficas pois apresentam a possibilidade de restabelecer a funcionalidade pulpar, tornando a polpa vital capaz de promover a correta maturação apical. A inexistência de um protocolo fiável de atuação que permita a criação das condições necessárias para que ocorra a revitalização do tecido torna este tratamento pouco utilizado como tratamento alternativo na prática clinica. Assim, mais estudos são necessários para que futuramente seja possível elaborar um protocolo que possibilite a introdução das técnicas de revascularização pulpar na prática clinica diária. Dentistry in the incidence rate of pulpal pathology is high. Currently the treatment performed in these cases through the nonsurgical endodontic treatment and obturation of the three-dimensional system of permanent tooth and necrosed mature channels. When the pulp tissue undergoes necrosis prognosis of the tooth is compromised. Until then the therapeutic approach in these cases involves treatment of root canals in the case of teeth with mature apices, apexificação in teeth with immature apex or extraction. Despite these therapeutic modalities have high success rates, the presence of a vital pulp is essential to maintain homeostasis and longevity of tooth number. An ideal form of therapy might consist of regenerative approaches involving the removal and replacement of damaged or necrotic pulp by healthy pulp tissue to revitalize the tooth. To achieve this goal researchers have studied various techniques: revascularization by a blood clot, stem cell therapy, pulp, implantation of scaffold, cell dimensional printing, injectable scaffold and gene therapy. This type of treatment involves combination of disinfection, debridement of the affected channel, use of adult stem cells, scaffolds and growth factors. You may also need the apical enlargement to allow revascularization. With this revision is intended to better understand the procedure of pulp revascularization in general, advantages and disadvantages, its applicability in daily clinical practice and benchmark the results obtained in the literature. Although the challenges for the introduction of regenerative techniques as an alternative treatment of necrotic teeth are substances, these can be beneficial since they have the ability to restore functionality pulp making the vital pulp capable of promoting correct apical maturation. The absence of a reliable protocol operation that allows the creation of conditions necessary for the revitalization of the fabric makes this treatment occurs rarely used as an alternative treatment in clinical practice. Thus, further studies are needed, in future be possible to develop a protocol which would include the pulp revascularization in endodontics.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4598
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_21482.pdf1,35 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.