Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4499
Título: Conceções dos docentes da Região Autónoma dos Açores sobre orientação sexual e a sua abordagem em meio escolar, no âmbito da educação sexual
Autor: Machado, Cláudio da Fonseca Borges
Orientador: Coelho, Fátima
Palavras-chave: Sexualidade
Orientação sexual
Educação sexual
Necessidades educativas especiais
Sexuality
Sexual orientation
Sex education
Special educational needs
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A sexualidade é um direito de todos e a orientação sexual de cada indivíduo começa a definir-se muito cedo, assim como, pode variar ao longo da sua vida. Contudo, ainda existe discriminação sobre as pessoas que são, ou parecem ser lésbicas, gays e bissexuais, ganhando, muitas vezes, nas nossas escolas, contornos de bullying homofóbico. Por sua vez, a educação sexual é obrigatória em meio escolar e deve cumprir finalidades sobre orientação sexual em todos os níveis de ensino e para todos os alunos. Neste contexto, esta investigação tem como objetivo descrever e compreender as conceções e os conhecimentos dos docentes da Região Autónoma dos Açores sobre orientação sexual, assim como, o que sentem e tencionam face a abordagem desta temática em meio escolar no âmbito da educação sexual e quais os obstáculos que consideram existirem para que o possam fazer. O estudo é do tipo descritivo numa abordagem quantitativa. Utilizou-se como instrumento de recolha de dados um questionário em formato digital. Participaram neste estudo 394 docentes em funções no sistema educativo regional açoriano. Os resultados obtidos mostram-nos que a maior parte dos docentes possuem, de uma forma geral, conceções positivas sobre orientação sexual principalmente os do sexo feminino e os que têm relacionamento próximo com alguém que seja assumidamente lésbica, gay ou bissexual, no entanto, persistem conceções negativas no que diz respeito à homoparentalidade. Verificou-se também que o tempo de serviço docente tem um papel importante no reconhecimento da diversidade de orientações sexuais nas pessoas portadoras de deficiência e que as ações de formação, sobre orientação sexual ou que tenham envolvido esta temática, não têm sido capazes de transformar em mais positivas as suas conceções sobre orientação sexual comparativamente com as dos que não as frequentaram. Em termos gerais, os docentes têm conhecimentos adequados sobre orientação sexual, de acordo com a literatura, sentindo-se preparados e com a intenção de abordar a temática da orientação sexual em meio escolar no âmbito da educação sexual, no entanto, este facto não implica que a abordem e que operacionalizem os seus conhecimentos de forma correta e adequada, além do que, encontram obstáculos para o fazer sendo o maior deles a ameaça da homofobia e do heterossexismo que possa provir do meio social e familiar do aluno.
Sexuality is a right of all and the sexual orientation of each individual begins to set very early, and may vary throughout its life. However, there is still discrimination against people who are or appear to be lesbians, gays and bisexuals, winning often in our schools, outlines homophobic bullying. In turn, sex education is mandatory in schools and must comply with purposes of sexual orientation in all educational levels and for all students. Thus, this research aims to describe and understand the conceptions and knowledge of teachers of the Azores on sexual orientation, as well as what they feel and intend to address this subject approach in schools within the sex education and what consider the obstacles that exist to be able to do. The study is descriptive of a quantitative approach. Was used as an instrument of data collection a questionnaire in digital format. 394 teachers participated in this study functions in the Azorean regional education system. The results show us that the majority of teachers have, in general, positive conceptions about sexual orientation mainly females and those who have close relationship with someone who is openly lesbian, gay or bisexual, however, persist negative conceptions regarding homoparenthood. We also found that years of teaching experience plays an important role in the recognition of the diversity of sexual orientations in people with disabilities and that the actions of training on sexual orientation or who have engaged this issue, have been able to transform into more positive conceptions about their sexual orientation compared with those who do not attended. In general, teachers have adequate knowledge on sexual orientation, according to the literature, feeling prepared and with the intention of addressing the issue of sexual orientation in schools as part of sex education, however, this does not imply the address and operationalize their knowledge of correct and proper way, and besides, are obstacles to make the biggest being the threat of homophobia and heterosexism that can come from social and family environment of the student.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10284/4499
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de mestrado - Cláudio Machado.pdf1,42 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.