Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4446
Título: Qualidade de vida de pais de crianças com alterações do desenvolvimento
Autor: Brandão, Ana Cristina Tavares
Orientador: Peixoto, Vânia
Palavras-chave: Qualidade de Vida
Alterações de desenvolvimento
Desenvolvimento
Crianças
Quality of life
Developmental changes
Development
Children
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A Organização Mundial de Saúde (OMS), através do Grupo WHOQOL, define qualidade de vida como “a perceção do indivíduo sobre a sua posição na vida no contexto da cultura e dos sistemas de valores em que vive e em relação às suas expectativas, seus padrões e suas preocupações” (Fleck et al., 2008, p. 25). A OMS considera assim que ter qualidade de vida, não é apenas inexistência de doença, mas sim a integração de fatores como as relações familiares, o lazer a longevidade, a disposição e espiritualidade. A Classificação Internacional de Doenças, CID-10 (OMS, 2008) abordam a deficiência intelectual como uma condição de singularidade caracterizada por um comprometimento de habilidades e aptidões cognitivas no desenvolvimento como, de linguagem, motoras e sociais, com manifestações antes dos 18 anos de idade. Desta forma, objetivo do presente estudo é investigar e caraterizar a qualidade de vida de pais de crianças com alterações do desenvolvimento. Na fase inicial, foi consultada bibliografia de acordo com a temática do estudo para que fosse possível recolher conclusões. Desta forma, foi construído um questionário de caracterização sociodemográfica e clínica pela investigadora, bem como selecionado o instrumento WHOQOL-BREF de avaliação da qualidade de vida (desenvolvido pela OMS) com versão Portuguesa. Estes foram entregues aos pais de forma a obter resultados pertinentes à investigação. Este procedimento foi realizado de duas formas: uns foram entregues por profissionais de saúde que contactam com a população alvo desta investigação como meio de intermediário e outros pela própria investigadora deste estudo. A colheita de dados decorreu entre o mês de Março e o mês de Maio na zona Norte e Centro de Portugal. A metodologia utilizada teve um carácter exploratório de natureza quantitativa numa perspetiva descritivo-correlacional. A amostra é composta por 30 pais de crianças com alterações do desenvolvimento de ambos os géneros sendo maioritariamente do género feminino. Os resultados obtidos permitiram verificar que a Q.V dos inquiridos é regular, sendo o domínio Físico aquele com melhor média e em contrapartida o meio ambiente é aquele que apresenta menor média. Verifica-se que os inquiridos de idade mais avançada são aqueles com melhor Q.V bem como os inquiridos do género masculino apresentam melhores valores de Q.V. The World Health Organization (WHO), through the WHOQOL Group, defines quality of life as "the perception of the individual about their position in life in the context of culture and value systems in which they live and in relation to their expectations, their standards and concerns "(Fleck et al., 2008, p. 25). Thus, the WHO states that to have quality of life is not just absence of disease, but rather the integration of factors such as family relationships, leisure, longevity, mood and spirituality. The International Classification of Diseases, ICD-10 (WHO, 2008) discuss intellectual disability as a condition of singularity characterized by impairment of skills and cognitive skills development as language, motor and social, with demonstrations before 18 years of age. Thus, the goal of this study is to investigate and characterize the quality of life of parents who have children with developmental disorders. In the early phase, bibliography was consulted according to the theme of the study so that they could gather some conclusions. Therefore, the researcher built a questionnaire for socio-demographic and clinical and selected WHOQOL-BREF instrument for assessing of quality of life (developed by WHO) in Portuguese version. This questionnaire was given to parents in order to obtain relevant research results. This procedure was performed in two ways: some were delivered by health professionals who have contact with the target population of this research (intermediaries) and other were delivered by the researcher herself. Data collection took place between March and May at northern and central Portugal. The methodology used had an exploratory character of a quantitative descriptive-correlational perspective. The sample is composed of 30 parents who have children with developmental disorders in both genders but mostly female gender. The obtained results showed that the Q.V. of interviewed is regular and the Physical domain has the better mean against the environment is one that has lower average. It appears that interviewed in older age are those with better Q.V. and the male interviewed showed best values of Q.V.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Terapêutica da Fala
URI: http://hdl.handle.net/10284/4446
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_22183.pdfPG_221831,89 MBAdobe PDFVer/Abrir
WHOQOL-Bref PORTUGAL.pdfWHOQOL-Bref Portugal148,66 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.