Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4442
Título: Avaliação do quociente s/z em indivíduos do sexo feminino na faixa etária dos 25 aos 45 anos
Autor: Borges, Maria de Lurdes Pereira
Orientador: Freitas, Susana
Palavras-chave: Voz
Disfonia
Tempo máximo de fonação
Quociente s/z
Voice
Dysphonia
Maximum phonation duration
S/z ratio
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: O primeiro passo para a intervenção terapêutica incide na avaliação. Deste modo, é importante aferir o padrão de normalidade, de forma a adequar a avaliação e posterior intervenção. O objetivo deste estudo consiste em obter os valores de referência do quociente s/z em mulheres sem e com disfonia orgânica, na faixa etária dos 25 aos 45 anos. Para tal, foram avaliadas 62 utentes (31 sem disfonia e 31 com disfonia). Os dados foram recolhidos através da aplicação de um questionário, com a duração média de 5 minutos, seguida da mensuração do Tempo Máximo de Fonação (TMF) das consoantes /s/ e /z/, em três tempos distintos. Os dados foram analisados estatisticamente através dos testes t de Student, Qi-Quadrado e/ou Teste Exato de Fisher, ANOVA a dois fatores e coeficiente de correlação de Pearson, com um nível de significância p<0,05. Após a realização da referida análise, foi possível aferir que as mulheres com disfonia orgânica apresentam um TMF do /s/ e do /z/ inferiores, quando comparadas com mulheres sem diagnóstico laríngeo, não sendo detetadas diferenças significativas no quociente s/z entre os dois grupos em estudo. Verificou-se, ainda, que fatores como a idade, o peso, os hábitos tabágicos, os hábitos etílicos e os antecedentes clínicos apresentaram uma relação significativa com a disfonia orgânica e uma associação indireta moderada com o TMF do /s/ e o TMF do /z/. Outros fatores, tais como a profissão, os hábitos vocais, as bebidas gaseificadas, o chá, o café, o consumo de água, os hábitos alimentares, a atividade física, a ingestão de medicamentos e o stress não exercem uma influência significativa na disfonia. Neste estudo, o quociente s/z, por si só, não demonstrou ser uma medida eficiente para a avaliação da disfonia orgânica. Contudo, quando utilizado em conjunto com outros métodos de avaliação, pode revelar-se uma ferramenta válida para corroborar o diagnóstico deste tipo de patologias. The first step for therapeutic intervention is the evaluation. Thus, it is important to measure the normal standard range, to adjust the evaluation and further intervention. The aim of this study is to obtain reference values of the s/z ratio in women with and without organic dysphonia, aged between 25 and 45 years. For this, the study sample consisted of 62 patients (31 without dysphonia and 31 with dysphonia). The data were collected using a questionnaire, with a mean duration of 5 minutes, followed by the measurement of maximum phonation duration (MPD) of the consonants /s/ and /z/, in three different times. Then, the data were analyzed statistically using the Student's t-test, Qi-Square and/or Fisher’s Exact Test, Two-way ANOVA and Pearson correlation coefficient, with a significance level of p<0.05. Upon completion of this analysis, it was possible to estimate that women with organic dysphonia have a lower MPD for /s/ and lower MPD for /z/, when compared with women without laryngeal diagnosis, not being detected significant differences in the s/z ratio between the two study groups. It was found also that factors such as age, weight, smoking habits, alcohol habits and medical history showed a significant relationship with the organic dysphonia and a moderate indirect association with MPD for /s/ and MPD for /z/. Other factors, such as job, vocal habits, sparkling drinks, tea, coffee, water consumption, diet habits, physical activity, ingestion of medications and stress do not have a significant influence on dysphonia. In this study, the s/z ratio was not found to be by itself, an efficient measure for evaluating the organic dysphonia. However, when used together with other assessment methods, it may prove to be a valuable tool in confirming the diagnosis of such diseases.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Terapêutica da Fala
URI: http://hdl.handle.net/10284/4442
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PG_24176.pdf1,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.