Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4417
Título: Engenharia de Tecidos na substituição de tecido ósseo
Autor: Moreno, Mónica Sofia Moreira da Silva
Orientador: Silva, Ana Catarina
Palavras-chave: Tecido Ósseo
Enxertos
Implantes
Biomateriais
Engenharia de Tecidos
Scaffolds
Bone Tissue
Grafts
Implants
Biomaterials
Tissue Engineering
Scaffolds
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Actualmente milhões de pessoas em todo o mundo são afectadas por problemas degenerativos e inflamatórios dos ossos e articulações. Estes representam cerca de metade das doenças crónicas desenvolvidas em indivíduos com mais de 50 anos, conduzindo a problemas de dor prolongada e incapacidade física. A sua prevalência aumenta com a idade e estilo de vida, pelo que, com o aumento da população idosa, estes casos têm vindo a aumentar. A resolução destas situações normalmente exige cirurgias que envolvem a aplicação de, implantes ou enxertos ósseos. Apesar do êxito destas soluções terapêuticas, têm surgido alguns inconvenientes, relacionados com o facto de os implantes serem susceptíveis ao desenvolvimento de infecções e dos enxertos, poderem originar dores, infecções, morte dos tecidos do local dador e rejeições imunológicas. Com a finalidade de colmatar estas limitações surgiu a Engenharia de Tecidos, que constitui uma área promissora na reparação e reconstrução de lesões ósseas, através do desenvolvimento de matrizes tridimensionais porosas, habitualmente designadas por scaffolds. Associadas a estas estruturas estão células osteoprogenitoras e factores de crescimento, que conduzem à formação de tecido ósseo novo, através da estimulação da capacidade natural de regeneração dos tecidos do paciente. Neste trabalho de revisão bibliográfica é feita a compilação das metodologias e conceitos relacionados com a técnica da Engenharia de Tecidos na substituição de tecidos ósseos. A composição do tecido ósseo e os biomateriais utilizados em implantes ortopédicos são referidos. Os diferentes tipos de scaffolds e os seus diversos métodos de produção são descritos. Por fim, são abordadas várias técnicas (in vitro e in vivo) para a avaliação dos biomateriais de uso humano. Currently million people worldwide are affected by inflammatory and degenerative problems of the bones and articulations. These conditions represent about a half of the chronic diseases developed in individuals over 50 years, leading to problems of prolonged pain and physical inability. Their prevalence rises with age and lifestyle. Therefore, with the growth of the elderly population that has been observed, these cases have been increasing. These situations usually require surgery, where bone grafts or implants are used. Nonetheless, despite the success of these therapeutic solutions, some drawbacks have been pointed out, which are related the risk of development of infections for implants. In contrast, for grafts, pains, infections, tissue death on the donor site and immunological rejections have been described. To overcome these limitations the tissue engineering have been developed, which constitutes a promising area for repair and rebuild bone lesions, through the development of three-dimensional porous matrices, commonly known as scaffolds. Associated with these structures are the osteoprogenitor cells and growth factors, that lead to the formation of new bone by stimulating the natural regeneration ability of the patient's tissue. In this review work is presented a compilation of the most important methodologies and concepts that are related to the technique of tissue engineering for the replacement of bone tissues. The composition of the bone tissue and the biomaterials more used in orthopedic implants are referred. Moreover, the different types of scaffolds and their different production methods are described. Finally, various in vitro and in vivo techniques for the evaluation of biomaterials for human use are discussed.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4417
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_22018.pdf1,44 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.