Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4416
Título: Infeções em Cateteres de Hemodialisados
Autor: Pimentel, Nuno Miguel de Sá
Orientador: Ferraz, Maria Pia
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: O principal órgão excretor do organismo humano é o rim. Quando não está em normal ritmo de funcionamento, vai levar ao aparecimento de lesões reversíveis como a insuficiência renal aguda e irreversíveis referentes às lesões na insuficiência renal crónica. Como o transplante renal, nem sempre é uma alternativa viável devido ao escasso número de dadores, é importante uma rápida identificação dos sintomas e diagnóstico da doença renal, com o intuito de impedir a progressão da insuficiência renal. Relativamente à hemodiálise, uma forma de terapia de substituição renal, o seu acesso pode ser por três vias, a fístula arteriovenosa, o enxerto e o cateter. Este último, apesar de estar associado a altas taxas de infeção é utilizado quando não é possível utilizar a fístula arteriovenosa ou então, quando é necessário um rápido acesso à circulação sanguínea. No cateter, é frequente a infeção pela flora comensal do organismo humano e também por microrganismos patogénicos. Esta é a principal limitação do uso de cateter em hemodiálise como acesso vascular. Dentro dos microrganismos que colonizam a superfície dos cateteres destacam-se o Staphylococcus aureus, o Staphylococcus epidermidis, a Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans, que estão frequentemente associados a altas taxas de infeção, bem como a formação de biofilmes nas superfícies poliméricas do cateter. O tratamento nem sempre é fácil devido às várias resistências que os microrganismos apresentam contra os antibióticos. Mesmo assim, diversas alternativas vão surgindo para contrariar este facto como o uso de quelantes, antibióticos no lúmen do cateter, etanol e até mesmo o uso de mel. The main excretory organ of the human body is the kidney. When it is not working at a normal pace, will lead to the appearance of reversible lesions on acute renal failure and irreversible lesions on chronic renal failure. As renal transplantation is not always available due to the small number of donors, it is important identify the symptoms and make the diagnosis of kidney disease in order to prevent the progression of renal failure. Concerning dialysis, a form of renal replacement therapy, the vascular access may be from three sources, arteriovenous fistula, the graft and the catheter. The last one despites being associated with high infection rates is used when it is not possible the use of an arteriovenous fistula or, when rapid vascular access to the bloodstream is necessary. In catheter infection is common commensal bacterial flora of the human body, and also by pathogenic microorganisms. This is the main limitation of the catheter as vascular access in hemodialysis. Within the microorganisms that colonize the surface of catheters stand out Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis, Pseudomonas aeruginosa and Candida albicans, which are often associated with high rates of infection, as well as the formation of biofilms on polymeric catheter surfaces. The treatment is not always easy due to various microorganisms which exhibit resistance against antibiotics. Even so, several alternatives are emerging to counteract this as the use of chelating agents, antibiotics into the lumen of the catheter, ethanol and even the use of honey.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4416
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_21661.pdf1,77 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.