Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4389
Título: Incidência de reabsorção radicular após tratamento ortodôntico
Autor: Biscaia, Susana de Oliveira
Orientador: Pinho, Mónica Morado
Manso, M. Conceição
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: O tratamento ortodôntico é um tratamento com riscos intrínsecos, inevitáveis apesar de considerados clinicamente aceitáveis, quando controlados. A reabsorção radicular é uma das mais comuns e indesejáveis sequelas deste tratamento, resultante da perda permanente da estrutura dentária a partir do ápice da raiz, podendo comprometer o benefício e o sucesso do tratamento ortodôntico. A causa de reabsorção radicular é considerada multifatorial, podendo este processo ser influenciado por fatores relacionados com o paciente e por fatores relacionados com o tratamento ortodôntico. O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de reabsorção radicular após tratamento ortodôntico corretivo com aparelhos fixos e comparar a incidência em tratamentos com extrações de peças dentárias e sem extrações, avaliando também a influência de fatores de risco como o tempo de tratamento, idade e género dos pacientes. Desta forma foi realizado um estudo observacional retrospetivo, no qual foram avaliadas 400 radiografias panorâmicas de 200 pacientes tratados ortodonticamente. Após a recolha e análise dos dados observou-se uma incidência de reabsorção radicular, após tratamento ortodôntico com aparelhos fixos, de 62,2%. A incidência, nos casos em que foram realizadas extrações de peças dentárias, foi de 69,2% e nos casos sem extrações de 55,8%. Verificou-se que não existiram diferenças significativas na incidência de reabsorção radicular entre o género, idade de início de tratamento e no tempo de tratamento (p>0,05). O tratamento com extrações pode ser apontado como um fator de risco pois existiram diferenças significativas (p<0,001) de incidência de reabsorção entre os casos tratados com e sem extrações. A percentagem de pacientes que apresentam reabsorção radicular é demasiado elevada para nos ser indiferente, deste modo, tem existido uma preocupação crescente por parte dos Médicos Dentistas em compreender e avaliar o processo de reabsorção radicular que pode comprometer a longevidade da dentição. Posto isto, são necessários mais estudos a fim de melhor compreender e prevenir a reabsorção radicular no tratamento ortodôntico. Orthodontic treatment is a treatment with intrinsic and inevitable risks, which are clinically acceptable while under control. The root resorption is one of the most common and undesirable sequelae of this treatment resulting in permanent loss of tooth structure from the root apex, compromising the benefit and success of orthodontic treatment. The cause of root resorption is considered multifactorial, and this process may be influenced by patient and orthodontic treatment related factors. The aim of this study was to analyze the incidence of root resorption after orthodontic treatment with fixed appliances and to compare the incidence in treatments with extraction and non-extraction of dental pieces, evaluating also the influence of risk factors such as duration of treatment, age and gender of patients. Being so, it was conducted a retrospective observational study with a sample of 400 panoramic radiographies of 200 patients. After collecting and analyzing the data the observed incidence of root resorption, after orthodontic treatment with fixed appliances, was 62.2%. The observed incidence in treatments with extraction was 69.2% and 55.8% in non-extraction dental pieces. It was found that there were no significant differences in the incidence of root resorption regarding gender, age at start of treatment and length of treatment (p>0.05). Treatment with extractions may be seen as a risk factor since there were found significant differences (p<0.001) in the incidence of root resorption between cases treated with and without extractions. The percentage of patients experiencing this event is too high to be ignored, therefore, there has been a growing concern among experts in understanding and evaluating root resorption that may compromise the longevity of the dentition. That said, more studies are needed in order to better understand and prevent root resorption in orthodontic treatment.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4389
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Incidência Reabsorção Radicular após Tratamento Ortodôntico.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.