Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4373
Título: Mordida Aberta
Outros títulos: diagnóstico tratamento e estabilidade
Autor: Silva, Rita Rodrigues
Orientador: Reis, Nelso
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: A mordida aberta é uma desordem oclusal caracterizada por sobremordida vertical diminuída. Esta falência no sentido vertical pode advir de uma anomalia no tamanho das bases ósseas maxilar e/ou mandibular, nos dentes, processos alveolares e ainda uma junção dos dois tipos de alterações. A mordida aberta, pode ser classificada segundo as estruturas que afecta – osso ou dentes (esquelética, dentária ou dento-alveolar) ou quanto à sua localização (anterior, posterior ou completa). Pela grande diversidade de definições da anomalia, a prevalência da mesma varia muito entre estudos, contudo, segundo vários estudos realizados a nível europeu, os autores afirmam que 25% a 38% dos pacientes ortodônticos são portadores de mordida aberta. É uma anomalia de etiologia multifactorial podendo estar associada, a partir de factores gerais, como a hereditariedade, hábitos de pressão anormal, postura e tamanho da língua, alterações no desenvolvimento dentário, condições ambientais, doenças sistémicas e desordens de metabolismo, défices nutricionais ou deficiências congénitas. Ou a partir de factores locais, como o trauma ou anquilose de um ou vários dentes. Para poder diagnosticar correctamente o tipo de anomalia é necessário um exame clínico detalhado e a análise de exames radiográficos como a ortopantomografia e a telerradiografia lateral de perfil. Como anomalia oclusal que é, deve ser tratada mediante o seu diagnóstico tendo como hipóteses de tratamento a remoção dos factores etiológicos a ela associados quando possível. A remoção dos factores etiológicos pode estar associada a uma atitude passiva para que espontaneamente a anomalia desapareça ou activa através da utilização de dispositivos ortodônticos ou ortopédicos com possível ancoragem esquelética ou dentária. O recurso a tratamentos por camuflagem através de ajustes oclusais ou com recurso a exodontias e tratamento ortodôntico fixo para correcção e controlo da posição e altura dentárias, pode ser uma alternativa mais conservadora. Na terapia ortodôntica fixa, pode ainda associar-se o uso de elásticos interarcadas para assegurar a extrusão dos dentes onde estes elásticos se apoiam. Em casos de mordida aberta esquelética moderada ou severa em adultos, a principal indicação de tratamento será a cirurgia ortognática. Open bite is a occlusal disorder characterized by the decrease of overbite. This failure of the vertical dimension may ensue from the inadequate size of the maxillary and/or mandibular bones, from the teeth and the alveolar processes or still the binding between two types of alterations. The open bite can be classified according to the structures that are affected - bone or teeth (skeletal, dental or dento-alveolar) or as to their location (anterior, posterior or complete). The great diversity of definitions for this anomaly makes the prevalence have a wide range among authors, however, according to several studies conducted at an European level, 25% to 38% of the orthodontic patients exhibit open bite. It is an anomaly of multifactorial etiology that may be associated with general factores such as heredity, habits of abnormal pressure, the size and the posture of the tongue, changes in teeth development, environmental conditions, systemic diseases and disorders of metabolism, nutricional deficits or congenital deficiencies. Or, from local factors such as trauma or ankylosis of one or more teeth. To diagnose correctly what kind of anomaly between the several types of existing open bite is present, a detailed clínical examination with photographic gathering of the face and neck of the patient and the analysis of radiographic exams as panoramic radiography and lateral telerradiography of the profile is needed. As an occlusal anomaly, the open bite must be addressed according to its diagnosis with the proper treatment being mentioned as hypothesis the removal of ethiological factors associated, when possible. The removal of the etiological factors may be combined with a passive therapy, waiting for the malfunction to disappear spontaneously or through the use of orthodontic or orthopedic appliances with a possible skeletal or dental anchorage. In light cases, the use of camouflage treatments through occlusal adjustment is a possible choice for a more conservative alternative. In mild open bite cases the appealing of extractions and fixed orthodontic treatment may be an option to correct and control dental height and positioning. The use of fixed orthodontic therapy may also involve inter-arcades elastic bands as a resource to ensure the extrusion of the teeth where they are supported. In cases of adults with moderate or severe skeletal involvement in the anomaly, the main indication for treatment is the orthognathic surgery.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4373
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_21585.pdf5,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.