Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4350
Título: Vírus do Papiloma Humano
Outros títulos: aferição de prevalência na cavidade oral de um grupo de mulheres portuguesas
Autor: Vieira, Mariana Cláudia da Silva
Orientador: Silveira, Augusta
Sequeira, Teresa
Palavras-chave: Oral Cancer
Head and Neck Cancer
HPV
Risk Factors
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: O cancro de cabeça e pescoço é considerado um problema global de saúde pública, encontrando-se entre os cinco cancros com mais elevada taxa de mortalidade em todo o mundo. Atualmente, esta patologia é ainda tardiamente diagnosticada: anualmente morrem cerca de 300 portugueses devido a cancro da cavidade oral. A etiologia do cancro da cabeça e do pescoço é multifatorial, no entanto, sabe-se que entre os principais fatores de risco constam o álcool e o tabaco. Ainda assim, outros fatores poderão estar na origem desta patologia, nomeadamente fatores infeciosos como o vírus do Papiloma Humano (HPV); a particular semelhança entre lesões orais e genitais provocadas por este vírus conduziu os investigadores a crer numa relação entre a infeção pelo HPV e o processo de carcinogénese oral. Este vírus é altamente transmissível e a infeção oral pelo mesmo dá-se através de contato oro-genital ou salivar, pelo que se deve atribuir especial relevância à prevenção de comportamentos sexuais de risco. O HPV está relacionado com lesões orais benignas e malignas e os subtipos com maior potencial oncogénico são o 16 e o 18. O diagnóstico da patologia oncológica da cavidade oral é histológico e para detetar uma infeção oral por HPV é necessária a recolha de amostras salivares a serem posteriormente submetidas a métodos de deteção molecular. Deste modo, o Médico Dentista detém um papel crucial no que concerne à avaliação da cavidade oral e diagnóstico precoce de lesões potencialmente malignas. Realizou-se uma concisa revisão de literatura acerca da patologia oncológica de cabeça e pescoço bem como sobre o HPV. Com este estudo pretendeu-se aferir a prevalência deste vírus na cavidade oral de um grupo de 50 mulheres portuguesas (27 estudantes universitárias do Mestrado Integrado em Medicina Dentária da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da Universidade Fernando Pessoa (UFP) – 2 acabaram por ser excluídas por falta de informação escrita e biológica - e 23 sem qualquer conhecimento académico sobre o tema) assim como avaliar o seu conhecimento sobre cancro oral, seus principais fatores de risco, HPV e seu contributo no processo de carcinogénese oral e comportamentos sexuais de risco. Para tal, este grupo foi submetido à recolha de amostras salivares e respondeu a um questionário adaptado do artigo Waller, J. et al. (2012). Validation of a measure of knowledgment about human papillomavirus (HPV) using item response theory and classical test theory. Preventive Medicine. Pp. 35-40. ao qual foram adicionadas algumas perguntas substancialmente importantes para a área da Medicina Dentária. Os resultados do presente estudo indicam que quem tem mais conhecimento sobre HPV, cancro oral e intervenção do HPV no processo de carcinogénese oral é a faixa etária mais nova, ou seja, as estudantes de Medicina Dentária. Conclui-se que o vírus do HPV salivar não é muito prevalente nesta população. Head and neck cancer is considered a global public health issue, being among the top five cancers with higher mortality rate worldwide. Nowadays, this pathology is still lately diagnosed: annually 300 portugueses die from oral cavity cancer. Head and neck cancer’s ethiology is multifactorial, however is known that among the main risk factors are alcohol and tobacco. Nevertheless, there are other factors that may be in the source of this pathology, namely infectious factors such as the Human Papilloma virus (HPV); the particular similarity between oral and genital lesions caused by this virus has led investigators to believe in a nexus among the HPV infection and the oral carcinogenesis process. This virus is highly transmissible and its oral infection occurs by oro-genital or salivary contact, whereby it should be given special relevance to the prevention of sexual risk behaviours. HPV is related to benign and malignant oral lesions and the most oncogenic subtypes are 16 and 18. The oral cavity’s oncological pathology diagnosis is histological and to detect an HPV infection, salivary samples are needed to be posteriorly submitted to molecular detection methods. Thus, Dentists own a crucial role in what concerns to the oral cavity evaluation and the premature diagnosis of potencially malignant lesions. A concise review on the oncological pathology of head and neck is presented, as well as about HPV. The aim of this study is to assess this virus prevalence in the oral cavity of a 50 portuguese women group (27 university students of the Masters included in Dentistry of the Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) of the Universidade Fernando Pessoa (UFP) – 2 of them have excluded because of lack of questionnaries and biological information - and 23 without any academic knowledge on the topic) even as evaluate their knowledge about oral cancer, HPV and its contribution on the oral carcinogenesis. To this, this group was sujected to the collect of salivary samples and answered a questionary applied from Waller, J. et al. (2012). Validation of a measure of knowledgment about human papillomavirus (HPV) using item response theory and classical test theory. Preventive Medicine. Pp. 35-40. to which were added some questions substancially relevant to the Dentistry area. This study results indicate that the people that have more knowledge about HPV, oral cancer and HPV being involved in the carcinogenesis process is younger people, in other words, the Dentistry students. It is concluded that the salivary HPV virus is not very prevalent in this population.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4350
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_21282.pdf694,59 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.