Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/435
Título: Pesquisa em jornalismo
Outros títulos: o desbravamento do campo entre o século XVII e o século XIX
Autor: Silva, Nair
Sousa, Jorge Pedro
Data: 2007
Editora: Edições Universidade Fernando Pessoa
Citação: Revista da Faculdade Ciências Humanas e Sociais. Porto. ISSN 1646-0502. 4 (2007) 42-53.
Relatório da Série N.º: Revista da Faculdade Ciências Humanas e Sociais
4
Resumo: Neste texto, sumaria-se a evolução da pesquisa e reflexão sobre jornalismo entre o século XVII e o século XIX, concluindo-se que o pensamento jornalístico europeu dos séculos XVII, XVIII e XIX providenciou a matriz sobre a qual se desenvolveram os estudos jornalísticos, pois deu atenção: (1) à interacção entre jornalismo, pessoas e sociedade; (2) à retórica do jornalismo (ao discurso jornalístico); (3) à crítica do jornalismo, muitas vezes no campo da discussão sobre a liberdade de expressão e de imprensa; e (4) à história do jornalismo. In this text we summarize the evolution of the research about journalism between the 17th and the 19th centuries. We conclude that the european thought about journalism has provided the matrix that framed the development of journalism studies and journalism theory, because the european thought about journalism from the 17th century to the 19th century paid attention: (1) to the interaction between journalism, people and society; (2) to the rhetoric of journalism (speech/discourse); (3) to journalism criticism, many times framed by the discussions concerning the freedom of the press; and (4) to the history of journalism.
URI: http://hdl.handle.net/10284/435
ISSN: 1646-0502
Aparece nas colecções:FCHS - Número 04 (2007)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
42-53FCHS04.pdf142,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.