Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4348
Título: Hábitos e conhecimentos de saúde oral dos alunos (5º ano ao 9º ano) e perceção dos mesmos por parte dos seus responsáveis
Autor: Figueiredo, Joana Raquel da Silva Loio
Orientador: Rodrigues, Rita
Manso, M. Conceição
Palavras-chave: Comportamentos de saúde oral
Conhecimentos de saúde oral
Promoção de saúde oral
Cáries
Desenvolvimento da criança
Oral health behaviours
Oral health knowledge
Oral health promotion
Dental caries
Child development
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Introdução: Todas as fases de desenvolvimento da criança são importantes e passíveis de intervenção ao nível da promoção da saúde, sendo que a idade pré-escolar e escolar são as mais marcantes na obtenção de comportamentos saudáveis na área da saúde oral. Objetivo: O presente trabalho tem como objetivo estudar a perceção que os responsáveis têm sobre hábitos e comportamentos de saúde oral infantil e a necessidade para tratamentos, contrapondo com as atitudes e comportamentos dos seus educandos. Materiais e Métodos: A pesquisa bibliográfica foi feita em diversas bases de dados com as seguintes palavras-chave: comportamentos de saúde oral, conhecimentos de saúde oral, promoção de saúde oral, cáries e desenvolvimento da criança. Os critérios de inclusão foram os estudos feitos sobre saúde oral em crianças. Para a investigação foi utilizado como instrumento de recolha de dados um questionário, dividido em duas partes, uma destinada aos responsáveis e outra aos alunos. O estudo teve como população alvo os alunos do Colégio Salesiano de Poiares, tendo sido a amostra constituída por 172 alunos e respetivos responsáveis. Resultados: Os resultados do estudo confirmam, que a perceção dos responsáveis sobre os comportamentos de saúde oral dos seus educandos é coincidente com os hábitos dos mesmos. Conclusão: Considera-se que a promoção da saúde oral deve começar nos primeiros anos de vida da criança. Introduction: Every development phase of a child is important and liable to intervention regarding health promotion, in which the pre-school and school age are the most striking in the attainment of healthy behaviors in the oral health area. Purpose: The present work has the objective of studying the perception by the legal guardians regarding habits and behaviors in an infant’s oral health and their necessity for treatment opposing with the attitudes and behaviors of their wards. Methods: The bibliographic research was performed in several data bases with the following key-words: oral health behaviours, oral health knowledge, oral health promotion, dental caries and child development. The inclusion criteria were the studies done regarding child oral health. Questionnaires were used as data collection instruments for this investigation, they were divided in two parts, one destined for the legal guardians and the other for the students. This study had as a target population the students of the Colégio Salesiano de Poiares, being the sample composed by 172 students and their respective legal guardians. Results: The study’s results confirm that the perception of the legal guardians about the oral health behaviors of their wards matches their habits. Conclusion: It is considered that the promotion of one’s oral health should start in the first years of a child’s life.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4348
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PPG_22116.pdf791,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.