Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4319
Título: Tratamento conservador e os fatores de risco associados à Síndrome do Stress Medial Tibial
Outros títulos: uma revisão sistemática
Autor: Gomes, Pedro
Orientador: Amaral, Luísa
Palavras-chave: Síndrome do Stress Tibial Medial
Dor na perna
Risco
Tratamento
Medial Tibial Stress Syndrome
Shin Splints
Risk
Treatment
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: Objetivo: Determinar a efetividade do tratamento conservador em indivíduos com a Síndrome do Stress Tibial Medial (SSTM), assim como rever os fatores de risco associados com esta lesão. Metodologia: Pesquisa computorizada nas bases de dados Pubmed, EBSCO e no motor de busca B-on, para identificar estudos experimentais que avaliam as opções de tratamento conservador e fatores de risco da SSTM. Resultados: Foram incluídos 13 estudos envolvendo 907 indivíduos. Cinco estudos foram identificados acerca do tratamento conservador, tendo obtido uma média de 6 na escala de PEDro, e 8 estudos acerca dos fatores de risco da SSTM. Conclusões: Após a evidência analisada apenas as ondas de choque extracorporais revelaram ser um tratamento promissor para a SSTM. Fatores de risco intrínsecos e extrínsecos foram significativamente associados ao risco aumentado de desenvolver SSTM: sexo feminino, navicular drop, amplitude aumentada da flexão plantar, diminuição da resistência muscular dos flexores plantares, pressão excessiva na parte medial da planta do pé durante a marcha, hábitos tabágicos, menor capacidade física, desequilíbrios entre a força muscular entre eversores/inversores, deformação no arco medial longitudinal e prática de corrida. Objective: To determine the effectiveness of conservative treatment in subjects with Medial Tibial Stress Syndrome (MTSS), as to review the risk factors associated with this injury. Methodology: Research on computerized databases on Pubmed, EBSCO and in the search engine B-on to identify experimental trials that evaluates the conservative treatment options and risk factors of MTSS. Results: It was included 13 studies involving 907 subjects. Five studies were identified on the conservative treatment, and were obtained an average of 6 on the PEDro scale, and 8 studies about the risk factors of MTSS. Conclusions: After the evidence analyzed only extracorporal shock waves shown to be a promising treatment for MTSS. Intrinsic and extrinsic risk factors were significantly associated with increased risk of developing MTSS: female gender, navicular drop, increased range of motion of plantar surface during gait, smoking habit, reduced physical capacity, imbalance between invertors/evertors muscles, deformation in the longitudinal medial arch and running practice.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4319
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ProjetoFinal_23554.pdf5,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.