Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4208
Título: Crianças Respiradoras Bucais e possíveis tratamentos Ortodônticos
Autor: Rosa, Cheila Margarida Machado
Orientador: Queirós, Maria Gabriel
Faria, Sandra
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Introdução: A criança respiradora bucal é aquela que substitui a respiração nasal por uma respiração parcial ou totalmente bucal, esta alteração é definida na literatura como o Síndrome do Respirador Bucal (SRB). Objetivo: O objetivo do presente estudo incide no tratamento ortodôntico mais efetivo em crianças portadoras predominantemente de respiração bucal. Pretendeu-se identificar as características clínicas as quais permitem a identificação da criança respiradora bucal de forma a contribuir num diagnóstico precoce e tratamento mais adequado. Materiais e Métodos: pesquisou-se em 5 bases de dados a literatura relevante quanto à temática proposta com recurso aos últimos 5 anos e as palavras-chaves. Os artigos foram selecionados segundo o seu nível de evidência científica. Resultados: A respiração bucal constitui um fator de etiologia multifatorial, o qual pode desencadear múltiplas alterações tais como: postura corporal; craniofaciais e dentofaciais; desarmonias oclusais (mordida aberta; mordida cruzada posterior); cefalométricas. Na análise cefalométrica de crianças respiradoras bucais foram encontradas diferenças nas dimensões horizontais (aumento do overjet e uma rotação para trás e para baixo da mandíbula), verticais (aumento do ângulo do plano da mandíbula e um plano palatino maior) e laterais (redução de ambos os arcos superiores e inferiores ao nível de caninos e primeiros molares). Conclusões: O tratamento indicado pode ser Ortodôntico e / ou Ortopédico e Ortodôntico e Cirúrgico combinado: a escolha vai depender do potencial de crescimento ósseo do paciente e do grau de anomalia e consequente expansão necessária. Introduction: The oral breathing child is the child that substitutes nasal breathing by a partial or total breathing through the mouth, this alteration is defined in lliterature as a the Mouth Breathing Syndrome (MBS). Objective: The aim of this study focuses on the most effective orthodontic treatment in children with predominantly mouth breathing. We attempted to identify the clinical features which allow for the identification of oral breathing children in order to contribute to an early diagnosis and an appropriate treatment. Materials and Methods: We researched, in 5 databases, the relevant literature on the proposed subject with recourse to limits in the last 5 years and keywords. Results: Mouth breathing is a factor of multifactorial etiology, which can trigger multiple changes such as: body posture, craniofacial and dentofacial; occulusal disharmony (open bite, posterior crossbite); cephalometric. In cephalometric analysis mouth breathers obtained differences in horizontal dimensions (increase in the overjet and a rotation to the back and the bottom of the jaw) vertical dimensions (increase in the angle of the jaw and a greater palatine plane) and lateral dimensions (reduction of both arcs above and below the level of the first molars and canines). Conclusions: The treatment indicated could be Orthodontic and/or Orthopedic and Orthodontic and Surgical combined: the choice will depend on the potential for bone growth of the patient and the degree of abnormality and subsequent expansion required.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Medicina Dentária
URI: http://hdl.handle.net/10284/4208
Aparece nas colecções:FCS (DCM) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Crianças Respiradoras Bucais e Possíveis Tratamentos Ortodônticos.pdf1,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.