Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4192
Título: Representações Sociais de Reclusos sobre a Liberdade Condicional
Outros títulos: Estudo exploratório no Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo
Autor: Pinto, Laëtitia Duarte
Orientador: Jólluskin, Glória
Palavras-chave: Liberdade Condicional
Tratamento Prisional
Preparação para a Liberdade
Parole
Prison Treatment
Preparation Towards Freedom
Data de Defesa: 2014
Editora: [s.n.]
Resumo: O presente estudo pretende incidir sobre o fenómeno da Liberdade Condicional (LC), cujo pedido constitui um dos diversos direitos dos reclusos (Lei nº115/2009, de 12 de Outubro). Mais concretamente, pretende explanar quais são as representações sociais dos reclusos do Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo (EPSCB) sobre a LC. Devido aos insuficientes estudos nesta área, é de todo relevante e pertinente incidir e compreender este fenómeno, tendo-se estabelecido como principais objetivos tentar compreender as representações sociais dos reclusos sobre a LC; Tentar compreender quais os aspetos que podem levar um recluso a pedir a LC ou não; Tentar depreender qual o uso que estes poderão fazer dela e quais os aspetos que podem levar ao seu sucesso ou insucesso. Para o alcance dos supramencionados objetivos, este estudo, de caráter exploratório-descritivo e qualitativo, concretizou-se em duas fases: a recolha de dados através de uma análise documental dos processos individuais dos reclusos e, posteriormente, a realização de entrevistas semi-estruturadas aos reclusos participantes. Apurou-se que existe, por parte destes encarcerados, uma perceção real do que é e do que se pretende com a LC, muito embora se faça notar o desejo claro de liberdade por si só, distanciando-se, de certo modo, das reais dificuldades que se poderão fazer sentir quando libertados. Esta investigação poderá ser um contributo para aprofundar o conhecimento sobre a LC e os benefícios que ela pode trazer quando concedida, sem esquecer o papel fulcral do tratamento prisional e da preparação para a liberdade, mas também para explicar falhas que possam existir decorrentes da mesma.
The present study aims to focus on the phenomenon of Parole, which request is one of several rights of prisoners (Law No. 115/2009, of 12 October). More specifically, it pretends to explain what are the social representations of the prisoners of the Prison de Santa Cruz do Bispo about Parole. Due to insufficient studies in this area, it is relevant and pertinent to focus and understand this phenomenon, having been established as main objectives to try to understand the social representations of prisoners about Parole; To try to understand which aspects can lead a prisoner to request Parole or not; To try to deduce what use can they make of it and what are the aspects that can lead to its success or failure. To achieve the referred objectives, this study with an exploratory, descriptive and qualitative character, is carried out in two phases: data collection through a desk review of individual cases of prisoners and later conducting semi structured interviews to the participants prisoners. It was found that there is, by those incarcerated, a real perception of what it is and what is intended with Parole, although it shows the clear desire for freedom, putting themselves faraway, in a sense, from the real difficulties that may be felt when released. This research may be a contribution to acquire knowledge about Parole and the benefits it can bring when guaranteed, not forgetting to mention the central role of prison treatment and preparation for freedom but also to explain failures that may exist under this institute because it is felt a lack of involvement of society in the rehabilitation of these individuals.
Descrição: Dissertação de Mestrado apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Jurídica
URI: http://hdl.handle.net/10284/4192
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Laëtitia Duarte Pinto, Psicologia Jurídica.pdf1,04 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.