Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4186
Título: Caracterização das metodologias de avaliação e intervenção nas Perturbações dos Sons da Fala
Autor: Bacelar, Ana Maria Cabral Campelo Huet de
Orientador: Rocha, Joana
Peixoto, Vânia
Maia, Fátima
Palavras-chave: Perturbações dos Sons da Fala
Metodologias de Avaliação e de Intervenção
TF em Portugal
Speech Sound Disorders
Assessment and Intervention Methodologies
SLP in Portugal
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: As Perturbações dos Sons da Fala (PSF) são das alterações mais frequentemente encontradas na atuação clínica em Terapia da Fala em Portugal. Assim sendo, realizou-se este trabalho com os objetivos principais de caracterizar a avaliação e a intervenção realizada pelos Terapeutas da Fala (TF’s) portugueses em crianças com PSF. Após a consulta de bibliografia na área e para que fosse possível tirar algumas conclusões sobre a realidade portuguesa, construiu-se um questionário designado “Caracterização das Metodologias de Avaliação e Intervenção nas Perturbações dos Sons da Fala” que foi enviado via online para TF’s que interviessem com crianças em Portugal Continental e Ilhas. A amostra é constituída por 341 TF’s, maioritariamente, do género feminino, jovens e licenciados. Passam-se a citar alguns dos resultados obtidos: uma percentagem muito baixa utiliza procedimentos computadorizados de análise de sons da fala e um número elevado de TF’s despende muito tempo na análise de avaliações e na elaboração de relatórios. Provas formais de avaliação são utilizadas, contudo muitas das mencionadas no inquérito, ainda, lhes são desconhecidas. A execução de provas de nomeação e a análise do discurso espontâneo são as componentes de avaliação mais utilizadas e a prova de estimulabilidade a menos. A utilização dos modelos de intervenção não está relacionada com os anos de serviço e o grau académico dos TF’s e os mais usados são a terapia articulatória de Van Riper, intervenção centrada no vocabulário e o modelo de pares mínimos/oposições máximas. Contudo, é evidente que, em Portugal, ainda não são usados muitos deles, nomeadamente o ABAB, o PACT e o modelo de ciclos modificado. Em relação às fontes de obtenção de conhecimento sobre a avaliação e intervenção em PSF constata-se que a maioria os consegue através da licenciatura, da discussão clínica com colegas, workshops e a leitura de artigos científicos. O professor do ensino regular, o professor do ensino especial e o psicólogo são os profissionais que estão mais presentes nas equipas de crianças com PSF. Relativamente à interação dos TF’s com os pais/cuidadores verifica-se que a mesma ocorre frequentemente e que maioritariamente acontece no final das sessões. Speech Sound Disorders (SSD) are the most common in clinical performance in Speech Therapy in Portugal. We carried out this work with the main goals of characterizing the assessment and intervention conducted by Portuguese Speech Therapists (SLPs) in children with SSD. After consulting the literature a questionnaire was conducted to draw some conclusions about the portuguese reality. The questionnaire, called "Characterization of Methodologies of Assessment and Intervention in Speech Sound Disorders", was sent online for Speech Therapists actively working with children in Continental Portugal and Islands. The sample consists of 341 SLPs, mostly, female, young and licensed. Will mention some of the results: a very low percentage use computerized procedures for analyzing speech sounds and a large number of SLPs spend much time analyzing assessments and reporting. Formal evaluation tests are used, however many of related proofs in the survey are unknown. The implementation of evidence naming and the spontaneous speech analysis are the assessment components most used. The proof of stimulability is the less used formal test. The mostly used intervention models are the Van Riper Therapy, core vocabulary intervention and minimal pairs/maximal opposition intervention. The use of these models is not related to the years of service nor to the degree of SLPs. According to the survey ABAB, PACT and Modified Cycles are the least used in Portugal. Regarding the knowledge sources for SSD assessments and intervention faces that most participants learn about these topics through the graduation, clinical discussion with colleagues, workshops and reading scientific articles. The regular education teachers, special education teacher and psychologists are the professionals that are more present in teams with children with SSD. Regarding the interaction of TF's with parents/caregivers it appears that it occurs frequently and that mostly happens at the end of the sessions.
Descrição: Trabalho de Projeto apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Terapêutica da Fala, área de especialização em Linguagem na criança
URI: http://hdl.handle.net/10284/4186
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE FINAL.pdf1,72 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.