Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4185
Título: A criança com Trissomia 21 e os fatores ambientais
Outros títulos: um estudo de caso
Autor: Rodrigues, Maria de Fátima Alves Gonçalinho da Silva
Orientador: Marinho, Susana
Almeida, Gabriela
Palavras-chave: Trissomia 21
Fatores ambientais
Inclusão
Trisomy 21
Environmental factors
Inclusion
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Partindo da nossa experiência pessoal e profissional relacionada com a educação especial, o presente estudo surge como uma abordagem aos fatores ambientais que potenciaram o sucesso educativo de um aluno com Trissomia 21, no contexto educativo que frequenta. Os fatores ambientais constituem o ambiente físico, social e atitudinal em que as pessoas vivem e conduzem a sua vida, e como tal são determinantes para a sua funcionalidade. O problema de investigação formulou-se da seguinte forma: Como é que os fatores ambientais contribuem para o sucesso educativo de um aluno com Trissomia 21? O estudo empírico, de natureza qualitativa (estudo de caso único), foi efetuado numa sala de aula do ensino regular pertencente a um Centro Escolar de um Agrupamento de Escolas da região Douro Sul, tendo como participantes uma criança com Trissomia 21, a sua professora do 1.º ciclo, a sua terapeuta da fala e a sua encarregada de educação, sendo a recolha de dados efetuada a partir de análise de documentos, observação participante e entrevista semiestruturada. A informação recolhida nas entrevistas foi tratada através da técnica de análise de conteúdo. Os resultados revelam que o aluno ao longo da frequência do 1.º ciclo vivenciou uma experiência de sucesso. Revelaram-se como facilitadores os seguintes fatores ambientais: apoio e atitudes da família próxima; apoios e atitudes das pessoas em posição de autoridade e apoios dos profissionais de saúde. Esta perspetiva apresenta-se consistente com uma mudança do paradigma médico da deficiência para o chamado paradigma biopsicossocial, que passa a abordar as questões relativas à incapacidade e ao processo de intervenção numa perspetiva onde o ambiente desempenha o papel primordial, ao influenciar a funcionalidade e participação da criança nos vários contextos naturais.
This study arises from our personal and professional experience in special education. It is an approach to show the environmental factors which potentiated the educational success of a student with Trisomy 21 attending a regular school. Environmental factors make up the physical, social and attitudinal environment in which people live and conduct their lives, and as such are essential to their ability to function in their natural environment. The question of the study is as follows: How do environmental factors contribute to the educational success of a student with Trisomy 21? The empirical study of a qualitative nature (single case study) was conducted in a regular education classroom of a school centre belonging to a group of schools in the South Douro region. The participants were a child with Trisomy 21, the child’s 1st cycle class teacher, the speech therapist and the child’s mother. The methodology of data collection used was document analysis, participant observation and semi-structured interviews. The information collected in the interviews was treated using content analysis. The results show that the student had a successful learning experience throughout the 1st cycle. The following environmental factors proved to be facilitators in this success: attitudes and support from close family, the attitudes of people in positions of authority and the support from health professionals. This perspective is consistent with the medical paradigm shift from a disability to the so called bio psychosocial paradigm, which addresses the issues relating to disability and the intervention process in a perspective where the environment plays the main role by influencing the child’s ability to function and participate in various natural settings.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10284/4185
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE DE MESTRADO_vf1.pdf2,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.