Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4166
Título: Aspergillus e Aspergilose
Outros títulos: desafios no combate da doença
Autor: Carvalho, Luísa Isabel Correia
Orientador: Cerqueira, Fátima
Palavras-chave: Infeção fúngica
Aspergilose
Aspergillus fumigatus
Imunosuprimidos
Neutropénicos
Diagnóstico
Terapêutica antifúngica
Prevenção
Fungal infections
Aspergillosis
Aspergillus fumigatus
Immunosuppression
Neutropenic
Diagnosis
Antifungal therapy
Prevention
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Aspergillus spp são onipresentes no ar, no solo e em material em decomposição. Como resultado estão constantemente a ser inalados, sendo assim, o trato respiratório o portal de entrada. Várias espécies de Aspergillus podem causar doenças em humanos sendo os mais frequentemente isolados: Aspergillus niger, Aspergillus nidulans, Aspergillus terreus, Aspergillus flavus e, com maior predomínio a espécie Aspergillus fumigatus. A exposição a este fungo no meio ambiente pode provocar reações alérgicas em doentes hipersensíveis ou então aspergilose invasiva e doença disseminada em doentes com graves problemas de imunodepressão. A aspergilose invasiva ocorre numa ampla variedade de cenários clínicos, é variável nas suas manifestações, e ainda está associado com uma taxa de mortalidade muito elevada. A prevenção da aspergilose em doentes de alto risco é fundamental. Os doentes neutropénicos e outros de alto risco são, em geral, instalados em locais de ar filtrados, de modo a minimizar a exposição aos conídios de Aspergillus. Contudo a dificuldade no diagnóstico do fungo causador da infeção, devido à falta de um método eficaz, leva a que muitas vezes o diagnóstico ainda seja apenas confirmado na autópsia. Aspergillus spp are all around us, in the soil and in material decomposing. This means that we’re constantly inhaling it, making the respiratory system the way this fungus gets into our bodies. Several Aspergillus variants can cause disease in humans, the most frequent being: Aspergillus niger, Aspergillus nidulans, Aspergillus terreus, Aspergillus flavus and finally the Aspergillus fumigatus variant with a higher dominion. Being exposed to this fungus can either cause allergic reactions to hyper-sensitive patients, or cause an invasive aspergillosis and widespread disease in patients with severe immunosuppression problems. Invasive aspergillosis occurs in a wide variety of clinical scenarios, it doesn’t always manifest the same symptoms, and it is also associate to a high mortality rate. Prevention of aspergillosis in high risk patients is a key milestone. Neutropenic and high risk patients are usually accommodated in areas with filtered air, to prevent or at least minimize the exposure to Aspergillus conidium. Unfortunately, the absence of an effective method for aspergillosis diagnosis means that the disease is only confirmed at the time of the autopsy.
Descrição: Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas
URI: http://hdl.handle.net/10284/4166
Aparece nas colecções:FCS (DCF) - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Aspergillus e aspergilose final.pdf1,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.