Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4140
Título: Disortografia
Outros títulos: a escrita criativa na reeducação da escrita
Autor: Casal, Carlos Jorge Ferreira
Orientador: Torres, Rui
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Desde os primeiros traços simbólicos até à composição de um texto, a aquisição da escrita é uma competência que se reveste por diversas dificuldades. Estas, apesar de ocorrerem de forma natural ao das diversas etapas da aprendizagem da escrita, também podem ser originadas por diversos fatores intrínsecos ou extrínsecos ao sujeito. A disortografia, perturbação específica da composição escrita, caraterizada pela falta de vontade de escrever ou a apresentação habitual de textos curtos, desorganizados e com diversos tipos de erros de omissão, substituição, inversão, adição, sintaxe e semântica inadequada em jovens que, nas palavras dos professores e pais, poderiam fazer muito melhor, poderá ser um dos fatores que leva a esta dificuldade. Tratando-se de uma perturbação muitas vezes encoberta por uma ótima capacidade leitora e QI elevado, a investigação tem-nos demonstrado que muitos jovens tardiamente ou nunca são diagnosticados ao longo de todo o processo de ensino e aprendizagem. O presente trabalho pretende implementar um programa de reeducação da composição da escrita, desenvolvido a partir de atividades e estratégias da escrita criativa, num jovem de dez anos diagnosticado com disortografia a fim partilhar estratégias e know-hows de atividades oriundas da escrita criativa e provocar alterações no âmbito da composição escrita designadamente no que concerne à extensão do texto, organização, variedade semântica e sintaxe, e redução da ocorrência de erros.
From the first symbolic traces to the writing of a text, the acquisition of writing is a skill that is surrounded by several difficulties. These, though they occur naturally in the various stages of learning to write, can also be caused by several intrinsic or extrinsic factors. The dysorthographia, a specific disorder of written expression, characterized by the unwillingness to write or usual presentation of short, disorganized texts and with different types of errors of omission, substitution, inversion, addition, inadequate syntax and semantics in young people who, in the words of teachers and parents, could do much better, can be one of the factors that lead to this kind of difficulty. In the case of a disturbance often overshadowed by a great reading capacity and high IQ, research has shown us that many young people are later or never diagnosed throughout the process of teaching and learning. This work intends to implement a program of reeducation of written expression, developed from the activities and strategies of creative writing, on a ten years old pupil diagnosed with dysorthographia in order to analyze changes within the written expression regarding the length of the text, errors, organization, syntax and semantics.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Cognitivo e Motor
URI: http://hdl.handle.net/10284/4140
Aparece nas colecções:FCHS (DCPC) - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.