Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4024
Título: O papel do enfermeiro perante as vivências dos pais de crianças hospitalizadas
Autor: Pinheiro, Joana Filipa Cardoso
Orientador: Santos, José Manuel dos
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A hospitalização da criança provoca efeitos secundários em toda a dinâmica e estrutura familiar, em especial nos pais que vão vivenciar sentimentos que até então não conheciam. O objectivo deste trabalho foi identificar as vivências dos pais de crianças hospitalizadas e descrever o papel do enfermeiro perante estes pais para os ajudar a enfrentar esta fase de crise. Desenvolveu-se um estudo do tipo exploratório – descritivo, inserido numa abordagem qualitativa, usando uma amostragem não probabilística de conveniência. O método de colheita de dados aplicado foi o questionário, distribuídos a 50 indivíduos no período de 19 de Abril a 19 de Maio a porta do Centro Hospitalar de S. João. Para o tratamento estatístico dos dados recolhidos, recorreu-se ao SPSS (Estatística de Dados para as Ciências Sociais), versão 20.0. Conclui-se que as principais vivências dos pais de crianças internadas são: a tristeza, ansiedade, angustia, medo da morte do filho, impotência, raiva e em menor escala sentimentos como a culpa e insegurança. A hospitalização da criança leva a uma desestruturação familiar. Para conseguirem ultrapassar as dificuldades durante a hospitalização os pais na sua maioria procuravam apoio nos conjugues, trocavam experiências com outros pais na mesma condição, apoiavam-se na equipa multidisciplinar do serviço e nas suas crenças religiosas pessoais. Constatou-se que o papel do Enfermeiro perante as vivências dos pais de crianças internadas é ainda um tema pouco desenvolvido, uma vez que não se encontrou muitos estudos que abordassem especificamente este tema. No entanto, foi possível através deste estudo verificar que todos os inquiridos valorizam o papel do enfermeiro durante o processo de hospitalização, através de alguns comportamentos e atitudes que podem ajudar positivamente os pais a ultrapassar a hospitalização da criança, sendo elas: a qualidade dos cuidados prestados, a comunicação não-verbal, a escuta ativa e até mesmo pela segurança e esperança transmitida por parte dos enfermeiros. A maioria dos pais refere que sentiu por parte dos enfermeiros uma tentativa de os envolver prestação de cuidados aos filhos. Porem estes pais reprovam questões como a complexidade de interpretação de alguns termos técnicos utilizados, a falta de sensibilização para a privacidade dos progenitores e carência de esclarecimentos em alguns procedimentos realizados a criança. Para estes inquiridos são estes os principais agentes que os Enfermeiros devem melhorar. O hospital surge também como fator de stress aos pais. The child's hospitalization causes side effects at all the dynamics and family structure, especially the parents who will experience feelings that hitherto did not know. The aim of this work was to identify the experiences of parents of hospitalized children and describe the role of the nurse before these parents to help address this crisis phase. Developed a study was exploratory - descriptive inserted a qualitative approach, using a non-probability sample of convenience. The method of data collection used was the questionnaire distributed to 50 individuals from 19 April to 19 May the door of the Center Hospital of S. John For statistical treatment of the data collected, we used the SPSS (Statistical Data for the Social Sciences), version 20.0. It is concluded that the main experiences of parents of children admitted are: sadness, anxiety, anguish, fear of her son's death, helplessness, anger, and to a lesser extent feelings like guilt and insecurity. Hospitalization of children leads to family breakdown. To be able to overcome difficulties during hospitalization parents mostly sought support in spouses, exchanged experiences with other parents in the same condition, relied on a multidisciplinary team of service and their personal religious beliefs. It was found that the role of the nurse towards the experiences of parents of hospitalized children is still quite undeveloped, since not found many studies that addressed this issue specifically. However, it was possible through this study found that all respondents value the role of the nurse during the hospitalization process, through some behaviors and attitudes that can positively help parents overcome the child's hospitalization, which are: the quality of care provided, nonverbal communication, active listening and even the security and hope conveyed by nurses. Most parents stated that felt by nurses an attempt to involve the provision of child care. However these parents disapprove issues such as the complexity of interpretation of some technical terms used, the lack of awareness of the privacy of parents and lack of clarification procedures performed in some children. For these respondents these are the main agents that nurses should improve. The hospital also appears as a factor of stress for parents.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/4024
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Monografia final.pdfPG_19577574,62 kBAdobe PDFVer/Abrir
Questionario.docxQuestionário16,18 kBMicrosoft Word XMLVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.