Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4005
Título: Caracterização do perfil lesivo das atletas de futebol feminino da 1ª divisão da Federação Portuguesa de Futebol
Autor: Fidalgo, Beatriz
Orientador: Amaral, Luísa
Palavras-chave: Futebol feminino
Lesões
Fatores de risco
Female soccer
Injuries
Risk Factors
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: Objetivo: este estudo teve como propósito avaliar e caracterizar as lesões mais comuns na 1ª divisão nacional de futebol feminino da Federação Portuguesa de Futebol, nas últimas 3 épocas (2009/2012). Métodos: para caracterização do perfil lesivo foi aplicada uma entrevista a 145 jogadoras do escalão sénior, com idades superiores a 18 anos. Foi avaliado a incidência, o tipo e localização de lesões, assim como, o mecanismo lesivo, o momento da época e a posição em campo em que ocorreram os traumatismos (macro e microtraumatismos). Resultados: Da totalidade de 221 lesões, 154 (69,7%) ocorreram sem contacto com as adversárias. Os membros inferiores foram a região anatómica com maior frequência lesiva (89,6%). A entorse da tibiotársica (38%), os estiramentos musculares (10,4%) e a rotura do ligamento cruzado anterior (9%) foram as lesões mais comuns, e o tornozelo/pé (40,7%), joelho (20,4%) e coxa (18,1%) foram os locais anatómicos mais afetados. Durante o período observado, 134 (60,6%) das lesões foram sofridas a meio da época, onde as defesas apresentaram o maior número de lesões (92 – 41,6%). Conclusão: Podemos concluir, que as lesões mais comuns na 1ª divisão nacional de futebol feminino nas últimas 3 épocas foram: entorses da tibiotársica (38%), estiramentos musculares (10,4%) e rotura do ligamento cruzado anterior (9%). Objective: the purpose of this study was to investigate the most common injuries in the first national division women's soccer from Portuguese Football Federation in the last 3 seasons (2009/2012). Methods: it was applied an interview to characterize the harmful profile of 145 players registered in the senior age-level with age over 18 years. It was evaluated the incidence, type and location of the injury, as well as the injury mechanism, the time of season and field position in which the trauma occurred (macro-and microtrauma). Results: A total of 221 injuries, 154 (69,7%) occurred without contact with the opponent player. The lower limbs were the anatomical region with the highest harmful frequency 198 (89,6%). The tibiotarsal sprain (38%), muscular strains (10,4%) and anterior cruciate ligament rupture (9%) were the most common injuries and, the ankle/foot (40,7%), knee (20,4%) and thigh recorded the anatomical sites most affected. During the observed period, 134 (60,6%) of the injuries were suffered mid-season where the defenders showed the highest number of injuries. Conclusion: we may conclude, that the most common injuries in the first national division women's soccer in the last 3 seasons were: tibiotarsal sprain (38%), muscular strains (10,4%) and anterior cruciate ligament rupture (9%).
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4005
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Projecto de Graduação.pdf400,02 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.