Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/4000
Título: O efeito a curto prazo das bandas neuromusculares na flexibilidade dos isquiotibiais
Autor: Costa, Sérgio Fangueiro da
Orientador: Ventura, Nuno
Palavras-chave: Bandas neuromusculares
Flexibilidade
Isquiotibiais
Neuromuscular bandages
Flexibility
Hamstrings
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A falta de flexibilidade dos isquiotibiais é muitas vezes referida como sendo um fator predisponente a lesões tanto nestes mesmos músculos, como nos tecidos/articulações envolventes. O objetivo deste trabalho é avaliar o efeito a curto prazo da aplicação de bandas neuromusculares na flexibilidade dos isquiotibiais. Neste estudo participaram 58 adultos jovens sem qualquer tipo de dor na coluna e/ou nos membros inferiores ou patologia diagnosticada. A amostra foi dividida num grupo experimental (GE) e num grupo de controlo (GC), ambos com 29 participantes. Durante um período de quatro dias a flexibilidade de todos os voluntários foi medida em quatro momentos de avaliação distintos, utilizando o teste Sit-and-Reach. Verificou-se que tanto o GE como o GC aumentaram significativamente a sua flexibilidade entre a primeira e segunda avaliações, período durante o qual as bandas foram aplicadas apenas no GE. Nos três dias subsequentes, a flexibilidade dos dois grupos manteve-se sem alterações significativas relativamente aos valores verificados na segunda avaliação. Uma vez que os dois grupos apresentaram resultados muito semelhantes em todos os momentos, não foi possível verificar que as bandas neuromusculares tenham fomentado melhores resultados na flexibilidade a curto prazo dos isquiotibiais do GE comparativamente com o GC. The lack of hamstrings flexibility is often referred as being a predisposing factor to injuries in these muscles as in surrounding tissues/joints. The goal of this study is to evaluate the short-term effect of neuromuscular bandages application in hamstring flexibility. In this study were involved 58 young adults without any pain/pathology. The sample was divided in an experimental group (EG) and a control group (CG), both with 29 participants. Over a four day period, the flexibility of all the volunteers was measured four times, using the Sit-and-Reach test. It was found that both EG and CG significantly increased flexibility between the first and second evaluations, period in which the bands were applied only in EG. In the three days that followed, the flexibility of the two groups remained with no significant changes to the values observed in the second evaluation. Since the two groups had very similar results in all evaluations, it was not possible to verify that the neuromuscular bandages have led to better results in the short-term flexibility of the hamstrings of GE compared to GC.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Fisioterapia
URI: http://hdl.handle.net/10284/4000
Aparece nas colecções:ESS (DCETS) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21645.pdf331,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.