Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10284/3941
Título: A atividade física do adulto jovem de Ponte de Lima - Relação IMC
Autor: Pires, Marina Eliete Domingues
Orientador: Pontes, Manuela
Palavras-chave: Obesidade
Excesso de peso
IMC
Atividade física
Nível de atividade física
IPAQ
Adulto jovem
Data de Defesa: 2013
Editora: [s.n.]
Resumo: A obesidade é um assunto que nos dias de hoje merece especial destaque pela sua crescente prevalência entre a população mundial. É considerada a “Síndrome do Novo Mundo”, a epidemia do século XXI. O excesso de peso (defendido com índice de massa corporal de 25 kg/m2 ou mais) e a obesidade (IMC maior que 30 kg/m2) são a 5ª principal causa de morte a nível mundial e indiscutivelmente a maior causa de mortalidade evitável a seguir ao consumo tabágico, pelo que é fulcral unir esforços no sentido de travar esta tendência. Os seus custos económicos representam 2 a 7% dos custos totais de saúde. Estima-se que em Portugal os custos diretos da obesidade (que compreendem as despesas com a prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação, investigação, formação e investimento) absorvam 3,5% destas despesas. Para combater este problema, a atividade física é apontada como uma das medidas principais. A adoção de hábitos de vida ativa é fundamental na prevenção de doenças como a obesidade. Assim, o enfermeiro assume um papel fundamental na sua promoção. Portugal é um dos países onde a regularidade de atividade física praticada pelos jovens apresenta piores resultados. Tendo em conta que esta população tem como exemplo a população adulta, intervindo nos Adultos Jovens, reflete-se na população mais jovem, sendo que a preservação desses hábitos de vida ativa se propagam num futuro, enquanto idoso. Pretende-se que este trabalho também possa servir de incentivo à população em geral, assim como a enfermeiros, para adoção de um estilo de vida ativo, e a promoção do mesmo, com prática de atividade física regular, de forma a prevenir e a combater o problema da obesidade. Para a sua elaboração foi realizada uma pesquisa de artigos científicos, e outra bibliográfica com as palavras-chave “Obesidade”, “IMC”, “Atividade Física”, “Exercício Físico”, “Adulto Jovem”, “Saúde”. Foram ainda consultados dados estatísticos disponíveis em várias organizações de referência como é o caso da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Direção Geral de Saúde (DGS). O principal objetivo deste trabalho é Conhecer os Níveis de Atividade Física dos Adultos Jovens de Ponte de Lima e o IMC. São também objetivos, conhecer os níveis de atividade dos adultos jovens de Ponte de Lima; identificar os níveis de atividade física por género, dos adultos jovens de Ponte de Lima; conhecer o IMC dos adultos jovens de Ponte de Lima e identificar o IMC por género, relativamente ao nível de atividade física do adulto jovem de Ponte de Lima. Para responder aos objectivos apresentados, optou-se por um estudo de abordagem quantitativa, do tipo descritivo simples, dirigido a uma amostra de 44 adultos jovens de Ponte de Lima. Para reunir esta amostra usou-se o método de amostragem não probabilística ou intencional e acidental. Na recolha de dados foi utilizado um questionário – IPAQ e o tratamento dos dados foi realizado através do programa Microsoft Excel e apresentação dos dados obtidos em gráficos. Os resultados obtidos na realização do presente trabalho de investigação demonstram que os indivíduos praticam um nível de atividade física elevado, sendo que as mulheres apresentam maior percentagem de NAF elevado relativamente aos homens. Quanto aos resultados obtidos em função dos valores de IMC, são as mulheres, numa percentagem de 22,73% que apresentam sobrecarga. Quanto ao nível obesidade ligeira são os homens que apresentam maior percentagem, com 9,09%. Com peso ótimo revelou-se que são as mulheres que apresentam maior percentagem, com 27,27% das mesmas a incluírem-se nesse mesmo nível. Identificou-se também no presente estudo que, as maiores percentagens obtidas na relação NAF e IMC por Género se verificaram nos níveis de atividade física elevado, sendo que, no género feminino a um IMC peso ótimo, numa percentagem de 25%, e no género masculino, igualdade entre peso ótimo e sobrecarga, com 13,64% dos mesmos a praticarem nível de atividade física elevado.
Obesity is an issue these days deserves special mention for its increasing prevalence among the population. I is considered the “New World Syndrome”, the epidemic of the XXI century. The overweight (defined as a body mass index [BMI] of 25 kg/m2 or more) and obesity (BMI greater than 30 kg/m2 are the 5th leading cause of death worldwide and, arguably, the biggest cause of avoidable mortality, following the smoking habits, so it is key to unite efforts to halt this trend. Their economic costs represent 2-7% of total health costs. It is estimated that in Portugal the direct costs of obesity /comprising the costs of prevention, diagnosis, treatment, rehabilitation, research, training and investment) absorb 3.5% of these expenses. To combat this problem, physical activity is considered one of the main measures. Adopting active lifestyle is vital in preventing diseases such as obesity. Thus, the nurse plays a key role in its promotion. Portugal is one of the countries where the regularity of physical activity by young people has worse results. Given that this population has the example of the adult population, intervening in Young Adults, is reflected in the younger population, and the preservation of these habits of active life spread in the future, while elderly. It is intended that this work can also serve as an incentive to the general population, as well as nurses, for adoption of an active lifestyle, and the promotion of the same, with the practice of regular physical activity in order to prevent and combat problem of obesity. For its preparation we conducted a survey of scientific articles and other literature with the keywords “obesity”, BMI”, “Physical Activity”, “Exercise”, “Young Adult”, “Health”. Were consulted statistical data available on several leading organizations such as the World Health Organization (WHO) and the Directorate General of Health (DGS). The main objective of this work is knowing the physical Activity Levels of Young Adults Ponte de Lima and BMI. Are also goals: meet the physical activity levels of young adults of Ponte de Lima, to identify the physical activity levels by gender, young adults Ponte de Lima ; meet the BMI of young adults from Ponte de Lima and identify by BMI gender in relation to the physical activity level of young adult Ponte de Lima. To meet the objectives presented, we chose a quantitative approach, descriptive simple directed to a sample of 44 young adult from Ponte de Lima. To gather this example we used the non-probability sampling method or intentional and accidental. Data collection questionnaire was used – and the IPAQ data processing was performed using the Microsof Excel program and presentation of data in graphs. The results achieved in the realization of this research work demonstrates that individuals practice a high level of physical activity, and women have a higher percentage of NAF hogh relative to men. As for the results obtained on the basis of BMI, are women, a percentage of 22.73%, which feature overhead the level obesity are slight men with higher percentage, with 9.09%. With great weight has proved that it is women who have the highest percentage, with 27.27% of them to include on this same level. Il was also identified in this study, the highest percentages obtained in relation PAL and BMI by gender is found in high levels of physical activity, and, in females with a BMI great weigh, a percentage of 25%, and gender male equality great weight and burden, with 13,64% of them have practiced physical activity level high.
Descrição: Projeto de Graduação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem
URI: http://hdl.handle.net/10284/3941
Aparece nas colecções:UPL (DCE) - Outros Trabalhos Académicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ESTUDO DE INVESTIGAÇÃO FINAL.pdfEstudo de investigação fina1,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.